app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN10062021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 10/06/2021 - Matéria atualizada em 09/06/2021 às 22h48

O governo deve anunciar hoje sua posição sobre o decreto de combate à pandemia, em vigor, mas, a princípio, as restrições deverão ser mantidas e estendidas até o final do mês, conforme antecipou o secretário de Saúde, Alexandre Ayres.

A decisão que motivou o governo do Estado a deixar para o final do mês uma avaliação mais completa sobre a situação de risco, é em face do aumento do número de infecções e óbitos que cresceram diariamente nos últimos dias, o que pode vir a comprometer a capacidade hospitalar em termos absolutos.

A situação tem se agravado recentemente principalmente nos maiores municípios de Alagoas, a exemplo de Arapiraca, onde a pandemia não dá sinais de arrefecimento, o que preocupa as autoridades sanitárias.


DEVAGAR

O que se tem observado no auge da pandemia neste momento é a ausência de parte da população na imunização pela segunda dose da vacina, demonstrando a falta de uma política de conscientização através de campanhas esclarecedoras nos meios de comunicação. Isso, acreditam pessoas ligadas à área médica, teria sido muito importante para a população aderir à vacinação como um instrumento capaz de vencer a Covid-19.


DIFICULDADE

De quase cem pequenos empresários, apenas 50% tiveram acesso ao auxílio emergencial prometido pelo governo e o restante praticamente perderam as esperanças com a burocracia exigida pela Agência Desenvolve. Como ninguém lá quer falar sobre o problema, bem que o governador Renan Filho deveria dar uma explicação.


TRAVADO

Medida tomada para evitar a quebradeira geral e fazer com que os pequenos empresários principalmente do setor do turismo superem as dificuldades, as regras para a obtenção do empréstimo com a Desenvolve parecem dificultar ainda mais o setor produtivo, onde ninguém se dispõe a falar sobre o assunto.


ANSIEDADE

Prometido pelo governador Renan Filho há muito tempo, o projeto do AL Previdência que isenta aposentados e pensionistas que ganham até R$ 6.433,58, ou o teto do INSS, dorme na burocracia palaciana e até agora não chegou à Assembleia Legislativa.


DEFICIÊNCIA

Chegando ao inverno e com chuvas mais intensas, a cidade de Maceió se ressente de um sistema de drenagem eficiente e falta de colaboração por parte da população. Com galerias entupidas e descarte irregular do lixo, os mecanismos existentes não suportam o grande volume de água, o que vem causas inundações em várias regiões da capital

.

SOCORRO

O senador Fernando Collor defendeu, ontem, que bares e restaurantes sejam reabertos no próximo sábado, no Dia dos Namorados, para amenizar o sofrimento dos donos dos estabelecimentos que sofrem com o decreto do governo do Estado. Mas obedecendo ao protocolo sanitário e à fiscalização dos órgãos competentes..


COVID

O Brasil registrou 2.484 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta quarta-feira (9) 479.791 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.727. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -2% e indica tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus.


COVID 2

Segundo analistas, o alto número de mortes do dia vem após o feriado prolongado e pode ser em parte reflexo do represamento de dados esperado para os dias posteriores

» A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (9) a medida provisória (MP) que prorroga as regras para os organizadores cancelarem ou remarcarem eventos de turismo e cultura afetados pela pandemia de Covid-19 » Pelo texto aprovado, o consumidor que optar pelo crédito de serviço ou evento adiado ou cancelado no período de 1º de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2021 poderá usá-lo até 31 de dezembro de 2022 » O Senado aprovou projeto de lei (PL) com regras de prevenção ao superendividamento da população. O texto propõe mecanismos e traz vedações para impedir a contratação de empréstimos acima da capacidade de pagamento do consumidor.

Mais matérias
desta edição