app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN16112021

gazeta@gazetaweb.com

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 16/11/2021 - Matéria atualizada em 15/11/2021 às 21h43

A Braskem insiste que está fazendo tudo o que é recomendado pela Defesa Civil e os órgãos técnicos de assessoramento, mas, na prática, não parece seguir as instruções para preservar imóveis e a tranquilidade de quem mora na região. E o exemplo foi dado.

Ao provocar abalo sísmico na última semana, na operação de equipamentos pesados, fica comprovado que as medidas de prevenção para evitar mais complicações não são suficientes. 

Com a paralisação agora de todas as atividades nos bairros afetados pelo afundamento do solo exigidas pelo Instituto do Meio Ambiente, pode ser que a população tenha, enfim, um pouco de paz, se é que os transtornos parem por aí.


ENCOBRINDO

Com a assinatura de novas ordens de serviço pelo Estado afora, o governo tenta dissimular que tudo vai bem na administração pública, inclusive sobre a decisão de sindicatos e associações de propor a realização de uma auditoria independente nos gastos com recursos do Fecoep e que teriam sido desviados para projetos eleitoreiros.


NA COLA

A 18ª Promotoria de Justiça da capital instaurou procedimento de investigação para apurar as denúncias feitas pelo deputado Davi Maia (DEM) sobre o suposto recebimento indevido do Assessor Técnico Especial de Integração do gabinete do governador Renan Filho, Ademir Cabra,l na ordem de R$ 85 mil. O recebimento desses recursos está considerado indevido por Maia, já que a grana é paga pelo Fundo Estadual de Saúde.


FOLHAS PARALELAS

Mesmo que o Ministério Público Federal tenha recomendado que esses pagamentos sejam evitados pelo governo do Estado, a prática tem sido recorrente, segundo o deputado. A promotora Stela Valéria Cavalcanti também quer esclarecer as denúncias de excesso de cargos em comissão na estrutura de pessoal da Secretaria de Estado de Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).


NA LANTERNA

Muita gente não sabe, mas, no quesito alfabetização, como a Gazeta de Alagoas divulgou em seu editorial no último final de semana, a nota do governo de Alagoas é vermelha com relação ao Brasil, já que o Estado figura na lanterninha entre todos os outros estados brasileiros. É, naturalmente, falta de comprometimento do governo de Renan Filho com o ensino público durante toda a sua administração, que já completa sete anos.


LOTERIA

Ao admitir que não teve acesso aos documentos que comprovariam as fraudes nos concursos para a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, a Secretaria de Planejamento e Gestão jogou na sorte, pouco importando se iria ou não prejudicar milhares de candidatos. Desconfiança de que os concursos foram fraudados parece que existe, mas, oficialmente, nenhuma comprovação.


SIGILO

Na resposta que deu ao pedido de um candidato, o órgão alegou que a documentação estaria em poder da Polícia Civil, que declarou sigilo na investigação. E revelou que o cancelamento, no entanto, foi determinado com base na informação de que há comprovação de irregularidades nos referidos certames. O questionamento foi feito pelo candidato Cayo Eduardo Correia da Silva, que mora em Garanhuns (PE), que se inscreveu no concurso da Polícia Civil de Alagoas e foi classificado na 64ª colocação nas provas objetivas para o cargo de escrivão.


“OUVIR DIZER”

O candidato disse que foi surpreendido com a resposta que obteve, na qual a Seplag confirma que a decisão só foi tomada com base no ‘ouvir dizer’. A solicitação pelas comprovações foi feita pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI) do Governo do Estado.


» O Ministério das Comunicações consignou 307 novos canais digitais à TV Câmara. A programação estará disponível para 53 cidades de Alagoas, 117 da Bahia, 112 de Pernambuco e 25 de Sergipe.

» A ciclovia da Avenida Fernandes Lima já conta com 1,3 km de via concretada, e as obras foram retomadas no início de outubro. Desde então, já foram aplicados mais de 2 km de meio-fio.  A obra começa na Praça Centenário e termina nas imediações da Faculdade Facima, com extensão total de 4,8 km.

» Após vistoria da equipe técnica da Seminfra com o IPHAN, realizada ontem, as obras de regularização de calçadas e acessibilidade do Centro serão retomadas hoje. 

Mais matérias
desta edição