app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN20112021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 20/11/2021 - Matéria atualizada em 19/11/2021 às 22h25

A fome já bateu à porta de milhares de alagoanos faz muito tempo, mas o governo do Estado continua insistindo que é melhor realizar obras de concreto do que executar projetos sociais.

Com a ânsia de construir estradas mal acabadas, Cisps de qualidade duvidosa e acenar para os municípios com obras eleitoreiras, o Estado dá as costas para quem mais precisa, os que passam necessidade e dormem ao relento ou sob barracos improvisados, literalmente desprotegidos pelo poder público.

Não basta apenas construir hospitais sem que se combata a fome e a miséria na ponta, ou seja, onde ela nasce sob a indiferença dos governantes. E o governo do Estado, criminosamente, ainda utiliza os recursos do Fecoep criado para combater a pobreza absoluta, para fazer política rasteira à caça de votos.


EMBROMAÇÃO

Ao antecipar o 13º salário dos servidores públicos, o Estado mascara planos de cargos e salários para algumas categorias, mas deixa outros à beira da explosão. É o caso dos peritos criminais, promoções na Polícia Militar e caos instalado na prestação de serviços dos planos de saúde do Ipaseal.


FOLHAS FANTASMAS

Falta pouco para que os órgãos de fiscalização identifiquem e sugiram punições para o governo do Estado quanto às folhas salariais fantasmas denunciados pelo deputado Davi Maia (DEM) na Assembleia Legislativa. Além delas, o suposto recebimento indevido pelo assessor do governador, Ademir Cabral, que, a título de prestação de serviços, embolsou a bagatela de R$ 85 mil.


CRESCENDO

Obtendo um percentual de 12% no eleitorado de Maceió, conforme pesquisa do Ibrape na semana passada, o deputado Paulo Dantas passa a ser um potencial candidato ao Palácio República dos Palmares.


REFLEXO

O ajuste no planejamento das metas do PPA solicitado pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa vai atingir diretamente secretarias que prestam relevantes serviços à população. É o caso da Saúde, Segurança Pública e Educação, tudo em nome da crise da pandemia.


OUTRAS PRIORIDADES

Enquanto as principais secretarias vão sofrer com o desaceleramento dos investimentos, outras estão a todo o vapor, como por exemplo a infraestrutura, que continua construindo Cisps, estradas e hospitais que ninguém sabe como serão mantidos no próximo governo.


ARRASTÃO

Pelo projeto do governo, a redução de gastos atingirá muitos setores considerados como essenciais. A oferta de cursos para a capacitação do policial militar será reduzida pela metade, enquanto a projeção de construção de e reforma de 116 quartéis caiu exageradamente para sete.


O BURACO

Na ânsia de apresentar números positivos, uma luz amarela acendeu no Palácio República dos Palmares. Gastar agora só mesmo o que interessar politicamente ao governo, o que já se sabia que era previsível, mas tratado com certa indiferença pelo governo de Alagoas.


MUITA CONVERSA

Depois de levar na conversa e propagar que Alagoas era um canteiro de obras, o governo mete o pé no freio pra valer e envia à Assembleia Legislativa um projeto de redução dos investimentos, em nome da crise. Só agora?


BOLA MURCHA

O governo do Estado baixou a bola e já projeta a redução, também, da meta de expansão e melhoria da qualidade e oferta da educação básica.


» A menina dos olhos do governo, ou seja, a duplicação da Al-101 Norte entre Maceió e Barra de Santo Antônio, também irá sofrer abalos.

» Para o presidente da Associação das Praças da PM e Corpo de Bombeiros, sargento Wagner Simas Filho, o governo tem feito propaganda enganosa quando se refere à segurança pública.

» Deputados que se sentiram surpresos com a mudança do rumo do governo, prometem que haverá muito barulho daqui pra frente.

» Cumprindo a promessa do prefeito JHC, a Prefeitura de Maceió começou a entregar na sexta-feira caminhões-pipas no Conjunto Eustáquio Gomes, um dos locais atingidos pela falta de água.

Mais matérias
desta edição