app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN23112021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 23/11/2021 - Matéria atualizada em 22/11/2021 às 22h39

A ação da prefeitura de Maceió de socorrer boa parte da população da parte alta da cidade sem água durante vários dias bem demonstra a ineficiência do serviço público da Casal e o prejuízo que tem causado aos seus usuários.

Casal e BRK se confundem no entendimento da população, onde algumas as empresas têm causado vexame tanto na capital como no interior, seja no fornecimento de água, seja na execução de serviços de saneamento.

Sem cumprir a sua parte de atender com eficiência a população, a BRK promete a regularização da distribuição de água, mas a população ainda vai ter que esperar pelo menos 45 dias para que o precioso líquido volte a jorrar nas torneiras.


CONVOCAÇÃO

Com a situação crítica na prestação dos serviços essenciais, os dirigentes da BRK Ambiental e da Casal deverão ser convocados nos próximos pela Assembleia Legislativa para se explicarem sobre a falta d´água que já se tornou rotineira nas torneiras em bairros da capital e cidades do interior do Estado.


PRESSÃO

O governo do Estado terá de apresentar, num prazo de 30 dias, um Plano de Contingência e medidas de caráter preventivo para facilitar o abastecimento d´água nas regiões mais afetadas. A iniciativa foi da Defensoria Pública do Estado, que justifica que pelo menos 150 mil pessoas dependem de carros-pipa para ter acesso à água. A Defensoria alega, também, que o desabastecimento de água é uma questão a ser encarada com urgência.


REAÇÃO

A criação de um bloco reunindo prefeitos que não aceitam o modelo “generoso” da BRK para saneamento e distribuição de água no interior está evoluindo e conta, a princípio, com o apoio do deputado federal Arthur Lira e do senador Fernando Collor, que já viabilizaram apoio do governo federal.


VOTAÇÃO

Esta semana vai ser importante na Câmara dos Deputados, em Brasília, quando deverão ser votados a PEC de incentivos tributários para empresas de tecnologia da informação e comunicação e a medida provisória que autoriza produtores a vender etanol direto aos postos, além das novas regras para o varejo de combustíveis.


AÇÃO DO MUNICÍPIO

Preocupado, desde o início do desabastecimento d´água na parte de Maceió, o prefeito JHC tratou do assunto com o 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, para que o Exército faça uma parceria para a distribuição de água na periferia da cidade. O assunto foi tratado ontem em reunião com o Comandante do Batalhão, tenente-coronel Rodrigo de Almeida Paim.


NÃO ACABOU

Muito embora o ciclo vacinal de todos os alagoanos não tenha sido concluído, é evidente a redução no número de novos casos e mortes pelo coronavírus. Mas os infectologistas alertam que, mesmo assim, a pandemia não acabou.


CONGRESSO

A Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) se reuniu ontem com gestores, técnicos e assessores municipais no auditório da Entidade, para apresentar detalhes e orientações sobre o regulamento da Feira dos Municípios – Congresso Expo. O evento irá acontecer entre os dias 20 e 23 de janeiro, no Centro de Convenções Ruth Cardoso.


CONGRESSO 2

O Congresso e a Feira dos Municípios será o grande evento da Instituição durante a reabertura da economia nesse período mais ameno da pandemia e seguirá todo o protocolo sanitário que estiver estabelecido pelo Governo do Estado no período da sua realização.


» O Brasil atingiu, nesta segunda-feira (22), a marca de 80% da população adulta com o esquema primário da vacina contra Covid completo.

» Segundo dados do consórcio de veículos de imprensa, já são, considerando a população inteira, 129.703.343 milhões de brasileiros com a segunda dose ou dose única aplicadas.

» O Ministério Público Federal em Alagoas exigirá que o cidadão que deseja entrar nas sedes de Maceió e Arapiraca apresente o comprovante de vacinação contra a Covid-19.

» Advogados, partes e integrantes do público externo também poderão apresentar o resultado negativo do teste RT/PCR ou antígeno, das últimas 72 horas.

Mais matérias
desta edição