app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN13012022

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 13/01/2022 - Matéria atualizada em 12/01/2022 às 22h57

A duplicação dos casos de Covid na última semana e o agravamento da síndrome gripal, que tem atingido milhares de pessoas, reforçam a preocupação das autoridades sanitárias para recomendarem ações mais duras para a prevenção das doenças. As feitas ontem pela prefeitura de Maceió podem ainda aumentar de volume, dependendo das estatísticas desta semana. Com UPAs e hospitais lotados, além de laboratórios que tentam entregar testes no prazo mais rápido possível, a Covid e a H3n2 ou a H1N1 têm tirado o sono do alagoano ameaçado os serviços que foram autorizados a funcionar nas últimas semanas.

Como não se via fazia alguns meses, leitos de hospitais estão lotados, e o número de infectados não para de crescer. As autoridades recomendam que a população colabore se precavendo no uso de máscaras e higienização. Nas farmácias xaropes contra a gripe e vitaminas já estão desaparecendo das prateleiras.


NÃO PARA DE CRESCER

Até ontem, sete municípios alagoanos lideravam com um número elevado de casos de Covid e de gripe, cuja estatística chegou a 250%. Entre eles, Maceió, Satuba, Santana do Ipanema, Pilar, Marechal Deodoro, Arapiraca e Quebrangulo. Médicos pedem que a população tome a vacina e evite aglomerações. A doença, segundo médicos sanitaristas, tem avançado rapidamente e pode causar óbitos se não tratada com rapidez e eficiência.


AMEAÇA DE SUSPENSÃO

A exemplo do Mato Grosso do Sul, o estado de Alagoas, através do Tribunal de Justiça, pode suspender o atendimento presencial caso a Covid e a síndrome gripal continuem em ritmo acelerado. Naquele estado, os prazos foram dilatados sem prejuízos das partes.


MAU SERVIÇO

A BRK Ambiental passou a ser a bola da vez para o Ministério Público e a Defensoria Pública pelo péssimo serviço prestado à população no município de Marechal Deodoro. Como em outras localidades, o abastamento d´água é deficiente e tem prejudicado milhares de pessoas.


RECORRENTE

A possibilidade de alguns municípios ribeirinhos serem atingidos pela vazão do São Francisco não é de hoje. Este problema tem acontecido ao longo dos anos e parece faltar planejamento dos municípios para evitar maiores tragédias. Até o final do mês o volume de água pode subir ainda mais.


SEM EXPLICAÇÃO

Mesmo que os fatos sejam concretos, a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores aguarda que os trabalhos sejam reiniciados para tentar explicar o aumento do número de cargos, instituição do 13º salário, reajuste no valor das verbas indenizatórias e outras bondades para a tropa da Casa de Mário Guimarães. Enquanto isso, a Justiça vai julgar se suspende ou não os efeitos da precipitação do comando da Mesa Diretora.


EM SILÊNCIO

Poucos vereadores se atrevem a falar sobre as medidas que beneficiam eles próprios, ou quase ninguém. Parece quererem que passe a tempestade para ficar tudo como era antes. O problema é que as redes sociais não deixarão a Mesa Diretora da Câmara em paz até que tudo seja devidamente esclarecido.


CARTÓRIOS

A conferência das prestações de contas referentes a 2021 dos 210 cartórios vagos em Alagoas está em dias, de acordo com a Corregedoria Geral de Justiça de Alagoas. Esta semana, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou a substituição de todos os responsáveis interinos de cartórios no Estado que sejam provenientes de fora do serviço extrajudicial e que são ex-funcionários do Tribunal de Justiça. Analisar tecnicamente a prestação de contas de todos os cartórios extrajudiciais de Alagoas é responsabilidade do setor Técnico-Contábil, que pertence à Corregedoria-Geral.


» O Governo de Alagoas, através da Secretaria de Planejamento do Estado de Alagoas (Seplag), desistiu de reaplicar as provas já realizadas do concurso para oficiais da Polícia Militar

» A manutenção do concurso, prosseguindo com as novas fases do certame, ocorre em meio à pressão da Justiça, que determinou na terça-feira (11), que o Estado avance nas próximas avaliações.

» Os aprovados no concurso público de Pariconha, no Sertão de Alagoas, deverão ser nomeados após determinação dada pela Vara de Único Ofício de Água Branca, na terça-feira (11), e deve ser cumprida em até 30 dias. O concurso foi homologado em junho de 2020, para cargos de nível fundamental, médio e superior.

Mais matérias
desta edição