app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN14012022

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 14/01/2022 - Matéria atualizada em 13/01/2022 às 21h25

É de parecer muito estranho que alguns setores da Câmara de Vereadores de Maceió atribuam a grande parte da imprensa as críticas que lhes foram atribuídas nos últimos dias, sobretudo sobre o aumento do duodécimo, instituição do 13º salário, reajustes de verbas indenizatórias, criação de mais 25 cargos para a Mesa Diretora e outros brinquedinhos mais, naturalmente bancados com os impostos da população.

Nada ao contrário se todo esse pacotão de bondade fosse feito às claras, informando passo a passo à sociedade das necessidades de fazer alguns ajustes necessários. Mas não. Tudo foi feito, e não se diga o contrário, no finalzinho do ano, como se a Câmara tivesse algo a esconder.

Como as críticas nas redes sociais aumentaram de volume nos últimos dias sobre o pacotão de bondades, nada melhor do que esperar para os próximos dias um desfecho por parte da Justiça, que foi acionada por um grupo de advogados insatisfeito com o excesso de concessões para os vereadores.


NÃO APRENDEU

Com vários campeonatos prestes a começar, a direção do Estádio Rei Pelé está demonstrando incompetência em solucionar velhos problemas e, só agora, pensa em resolver a situação delicada do gramado que irá receber dezenas de jogos. Além, é claro, do sistema de drenagem, que já causou constrangimentos em transmissões pelo SportTV, como no jogo entre CSA e Cruzeiro.


VÍRUS INTELIGENTE

As medidas sanitárias que estão sendo adotadas são pertinentes, mas deixam algumas dúvidas para o consumidor. Se os eventos fechados só podem se realizar até as 2 horas da madrugada, fica implícito que o coronavírus só vai contaminar a partir desse horário. Dá pra entender?


CAUSA PRÓPRIA

Pretendendo deixar o governo em abril, Renan Filho abandona seus fiéis escudeiros e trabalha para si próprio. Enquanto deixa o secretário Maurício Quintella nas garras de gozações nas redes sociais, segue rindo, tocando seu triângulo por aí.


RETROCESSO

Enquanto milhões de pessoas visualizam a cadeira gigante na praia de Pajuçara, o que se tornou uma atração turística nacional e internacional, algumas poucas pessoas se acham incomodadas com o sucesso e recorrem ao Ministério Público, que teria mais o que fazer.


ESFRIANDO

Ao programar renunciar ao cargo de governador no início de abril, Renan Filho sabe que, a partir do começo de março, o café, nesses casos, começa a ser servido frio. É para ir se acostumando ao ostracismo que irá mergulhar depois que deixar o cargo, onde o capim começa a crescer à porta de casa.


ADMINISTRANDO

A prefeitura de Maceió está administrando com competência a duplicação de casos de Covid-19 e da síndrome gripal, para que o setor de serviços não seja mais uma vez duramente sacrificado. Cabe agora à população fazer a sua parte.


PESANDO NO BOLSO

Com um IPVA pelo menos 30% mais caro, o governo do Estado quer tirar o prejuízo do congelamento do ICMS por três meses, o que penaliza todos os usuários. Pelo menos é o que acha o deputado Davi Maia, que pede o congelamento do valor de 2021.


LAGINHA

O Tribunal Regional do Trabalho renovou o acordo de cooperação institucional com a 1ª Vara de Coruripe, responsável pelo processo de falência da Laginha no Judiciário de Alagoas. O objetivo do acordo é facilitar e dar celeridade ao pagamento de 3.402 credores trabalhistas inscritos no processo falimentar. O início dos pagamentos deverá ocorrer nas próximas semanas.


» Após ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Estado de Alagoas, a Prefeitura de Japaratinga será obrigada a criar, oficialmente, a Guarda Municipal da cidade.

» Além disso, ela também terá que atrelar as atividades do órgãos àquelas já desenvolvidas pelas forças de segurança. O prazo dado foi de 45 dias.

» A Justiça Eleitoral alerta aos eleitores de Bebedouro, Mutange, Cambona e Bom Parto, bairros atingidos diretamente pela mineração, a atualizarem seus domicílios eleitorais para os locais que residem atualmente. » No total, 20.198 eleitores desses locais afetados ainda não efetivaram a revisão, que deve ser solicitada no portal do TRE até dia 4 de maio.

Mais matérias
desta edição