app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5757
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN20122022

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 20/12/2022 - Matéria atualizada em 20/12/2022 às 04h00

Com a aprovação pela Assembleia Legislativa do reajuste do ICMS, que passará dos atuais 17% para 19% por cento para compensar perda de arrecadação, o alagoano vai entrar 2023 pagando mais tributos para não inviabilizar, segundo o governo, serviços essenciais a exemplo de saúde, educação e segurança pública.

Sem polêmicas, porque apenas votaram contra os deputados Cabo Bebeto e Jó Pereira, o projeto de lei oriundo do Executivo tramitou sem problemas e foi aprovado pela maioria dos representantes da Casa de Tavares Bastos. Quem gostar de uma cervejinha ou outros derivados também vai pagar mais caro. O percentual sai de 25% para 27%, o que refletirá diretamente nos consumidores.

É bom lembrar que essas novas alíquotas não interferem no Fecoep, que já é cobrado no recibo da conta de energia.


Folga

Com a nova injeção de recursos, o Estado vai cumprir com o que prometeu na campanha sobre a área de investimentos e acelerar as obras que estão para ser concluída nos próximos dois anos, a exemplo do Aeroporto de Maragogi e as duplicações da Al-101 Norte e da rodovia que levar Arapiraca a Delmiro Gouveia.


equipe

O governador Paulo Dantas divulgou ontem a equipe que de trabalho que tocará os destinos do estado por quatro anos. Como previsto, a maioria do secretariado é composto por mulheres eminentemente técnicas, cujos trabalhos já desenvolvidos nos últimos meses credenciam para um trabalho efetivo a partir do próximo ano.


Investimentos

Na entrevista de ontem, o secretário da Fazenda, George Santoro, anunciou que o Estado investirá R$ 8 bilhões nos próximos quatro anos, com obras estruturantes e que foram iniciadas no governo passado. Não fez referência, entretanto, ao empréstimo de mais R$ 1 bilhão que ainda passará pela Assembleia Legislativa


Crescendo

A continuar com mortes e infecções subindo desproporcionalmente, o Estado deverá adotar mais medidas preventivas para conter o coronavírus, que assusta médicos e epidemiologistas da Secretaria de Saúde que ontem fizeram novas avaliações e acompanhamento do surto da doença.


Preocupação

Como prevenção novos leitos já foram reabertos nos hospitais públicos, além de reforço nos atendimentos de emergência na capital e no interior.


Obra mal feita

A rodovia próxima à cidade de São Miguel dos Campos voltou a ser interditada pela Polícia Rodoviária Federal. A obra, mal feita, ocasionou novos estragos na estrada, causando problemas para tanto quem vem para Maceió como quem vai se deslocar para outras regiões.


Anunciando

A programação das prévias carnavalescas para 2023 será anunciada nesta quinta-feira pela Liga Carnavalesca de Maceió, por meio do seu presidente, Dinho Lopes. Com dezenas de blocos e reativando o Banho de Mar à Fantasia, os festejos dão a partida no dia 22 de janeiro.


restaurante universitário

A Ufal criou uma força-tarefa para reabrir os restaurantes universitários dos campi de Maceió, Rio Largo, Viçosa e Delmiro Gouveia após eles terem sido fechados por causa do corte no orçamento. Agora, segundo o reitor Josealdo Tonholo, com a liberação pelo Ministério da Educação (MEC) de R$ 5,2 milhões, é possível pagar dívidas, como aquelas junto aos fornecedores dos restaurantes. Com relação ao orçamento da universidade, o reitor esclarece que a Ufal tinha um montante de mais R$ 10 milhões ainda bloqueado. Tonholo tem a expectativa de retomar atividades, como por exemplo, o pagamento de bolsas


» A pré-matrícula de novos alunos que ingressarão na rede estadual a partir do ano letivo 2023 se encerra nesta terça-feira (20).

» O procedimento deve ser feito exclusivamente online pelo site www.matriculaonline.al.gov.br.

» O Ministério Público de Alagoas (MPE) instaurou procedimento para apurar a falta de água em União dos Palmares, município da Zona da Mata alagoana, que perdura há cerca de um mês em algumas localidades.

» O procedimento também apura o aumento da taxa de esgoto de 30% para 80%. Moradores reclamam que há vários dias estão com as torneiras secas. Alguns estão há 30 dias, outros há 11 sem abastecimento, mas a conta continua chegando

Mais matérias
desta edição