app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN14102023

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 14/10/2023 - Matéria atualizada em 14/10/2023 às 04h00

O nepotismo cruzado e outras formas de burlar a legislação que correm solto em Brasília nas casas legislativas e no Executivo, não são nada mais, nada menos do que uma extensão do que praticado em Alagoas e em outros estados do Brasil.

Aqui, no Estado, a prática, já considerada como normal, é um instrumento que atende em épocas eleitorais interesses pessoais com balaios de votos durante as eleições.

Mesmo que o Ministério Público esteja atento, principalmente no interior do Estado, existem casos gritantes no Executivo e Legislativo, que sempre conseguem burlar esses tipos de contratações.

Como o nepotismo é uma realidade e às vezes é identificado apenas através de denúncias, o Ministério Público tem sempre recomendado exoneração dos agraciados, o que não impede que os insaciáveis façam novas investidas.


NA SURDINA

Em Alagoas, por exemplo, famílias de políticos mandam e desmandam em cargos estratégicos e estão longe de serem incomodados pela legislação que proíbe tal expediente.


RACHADINHA

Instrumento que engordam os bolsos de alguns privilegiados ainda está muito longe de acabar. No serviço público – leia-se cargos comissionados –, as negociações são feitas sorrateiramente, sem que se deixe pistas sobre as arrumações políticas.


NO PÉ

A oposição não vai deixar em paz tão cedo o prefeito JHC depois da compra do Hospital do Coração por R$ 266 milhões e que entrará em funcionamento no primeiro trimestre de 2024. É um ingrediente que o MDB acha que trará resultados positivos nessa pré-campanha eleitoral.


NA MÍDIA

Como o MDB pediu a instauração de um procedimento por parte da Procuradoria Geral do Ministério Público, é pertinente dizer que o assunto ainda vai render muito. Aliás, é uma maneira simples e objetiva de os adversários de JHC criarem um motivo importante para que possam desgastá-lo politicamente nesta campanha eleitoral.


A REBOQUE

Mesmo que ainda tenha cerca de 30 dias para decidir, a vereadora Olívia Tenório deixará o MDB do senador Renan Calheiros. Como consequência, também deverá levar o pai, Francisco Tenório, para compor o grupo do prefeito JHC. Só falta mesmo anunciar sua decisão nos próximos dias.


MESMO CAMINHO

O vereador Chico Filho também será um dos que migrarão para outro partido. Deve continuar a apoiar o prefeito de Maceió e fará parte de uma frente que defende sua reeleição.


ULTIMATO

No início da semana, o deputado federal Rafael Brito – atual presidente do Diretório Municipal - deu um ultimato de 30 dias para quem quiser ficar no MDB ou sair. O prazo já começou a ser contado.


SOLUÇÃO

Para evitar mais especulações sobre a compra do Hospital do Coração, o prefeito JHC deverá explicar direitinho nos próximos dias como foi realizada a operação. Essa, para alguns aliados, seria a solução para evitar mais especulações em torno do assunto. Com a campanha em plena efervescência, é esperado para os próximos dias novos lances. Tanto para um lado como para o outro.


CÂMARA

A Câmara de Maceió terá mais dois vereadores a partir da próxima legislatura, que começará em fevereiro de 2025, mas o orçamento anual deverá permanecer o mesmo.

» Operação da FAB para resgate de brasileiros em Israel merece ser destacada. O Brasil foi um dos primeiros países a repatriar seus cidadãos após o inícios dos ataques do grupo terrorista Hamas.

» A Sefaz vai realizar, nos dias 30 e 31 deste mês, um leilão de bens não retirados por seus proprietários dentro do prazo estabelecido.

» O leilão terá uma grande variedade de objetos, como aparelhos eletrônicos, ferramentas de construção, roupas, produtos de beleza e material hospitalar, entre outros.

» Ambulantes que querem vender seus produtos nos cemitérios municipais no Dia de Finados devem se cadastrar até o dia 20. São 131 vagas disponíveis.

Mais matérias
desta edição