app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN22112023

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 23/11/2023 - Matéria atualizada em 23/11/2023 às 04h00

Ao anunciar a prisão de dois policiais militares que em tese teriam dado cobertura ao médico João Antônio Caldas, o Dr. JHC, irmão do prefeito de Maceió, o governador Paulo Dantas reafirma a disposição de tolerar agressões contra mulheres, mesmo que a vítima tenha negado ter sofrido agressão.

Como já existe um conjunto de provas sobre as supostas agressões sofridas pela namorada do Dr. JHC, a Corregedoria da Polícia, ciente dos fatos, recomendou que os dois policiais que teriam dado cobertura fossem afastados das funções e presos.

Como existe um terceiro personagem envolvido no episódio, que teria “sequestrado” a vítima, este também deverá ser preso, pois, segundo o governador Paulo Dantas, “não existe interferência nas ações da segurança pública”.


EMBATE POLÍTICO

Como o assunto reúne situação e oposição, o caso tomou conta das redes sociais e dos principais órgãos de imprensa, tomando uma dimensão grande em virtude do parentesco do suposto agressor com o prefeito da capital e de sua candidatura a deputado federal nas eleições passadas.


PUNIÇÃO

O deputado federal Alfredo Gaspar, ex-secretário de Segurança Pública de Alagoas, tem dito e repetido nas redes sociais que lugar de agressor de mulheres é na cadeia. Mesmo que a vítima tenha mudado a versão horas depois do incidente, a polícia está investigando o caso.


ENVOLVIMENTO

Na entrevista que concedeu ontem, o governador Paulo Dantas também disse que tomou conhecimento da presença na Central de Flagrantes de um deputado federal, que, por certo, estaria dando proteção ao supostos agressor.


IMPASSE

Se depender da base do governo no Senado Federal, dificilmente a CPI da Braskem será instalada, mesmo com o esforço que está sendo feito pelo senador Renan Calheiros, ainda em recuperação de uma cirurgia de retina.


DIFICULTANDO

Como não está em atividade no Congresso Nacional, o senador Renan Calheiros perdeu momentaneamente a mobilidade para brigar pela CPI, e o governo parece não ter o mínimo interesse para não expor a empresa que, indiretamente através da Petrobras, perde valor real na sua venda que está sendo programada.


PÉ NO FREIO

O Supremo Tribunal Federal barrou a ação direta de inconstitucionalidade que tramita há 17 anos na Corte de origem governamental, que propunha vantagens como pagamentos de valores aos membros do Ministério Público. Pelas regras, integrantes do MP que tenham exercido funções de chefia, direção ou assessoramento teriam direito a receber valores adicionais na remuneração.


PONTO FINAL

Além dessas prerrogativas, um dava acréscimo de 20% sobre os proventos do procurador ou promotor que tivesse se aposentado no último nível de carreira. Segundo o relator e presidente do STF, ministro Luís Roberto Barroso, “os penduricalhos são inconstitucionais, por ferirem princípios republicanos e de moralidade na administração pública”.


CONTRA A VIOLÊNCIA

Mulheres de diferentes países reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), em 1991, iniciaram a campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres”. No Brasil, a campanha acontece desde 2003 e tem duração de 21 dias, com início em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, e término no dia 10 de dezembro. Maceió entrou na luta e marcou um ato simbólico, no dia 25, próximo sábado.


» A Sefaz/AL efetuou o pagamento dos créditos da Nota Fiscal Cidadã (NFC) ontem aos consumidores que fizeram as solicitações no período de 8 a 16 de novembro de 2023. O valor total corresponde a cerca de R$ 126.803,07.

» Ao total, cerca de três instituições sociais e 232 pessoas cadastradas na campanha da NFC receberão os valores solicitados.

» Maceió passou a contar com uma nova plataforma para abrir solicitações a respeito da limpeza urbana da cidade: o Aplicativo Limpeza é Massa

» Pelo aplicativo, é possível, ainda, receber notificações sobre a coleta domiciliar e fazer denúncias de descarte irregular.

Mais matérias
desta edição