app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN13122023

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 13/12/2023 - Matéria atualizada em 13/12/2023 às 04h00

Evitando qualquer desconforto entre as duas maiores correntes políticas de Alagoas, o presidente Lula se reuniu ontem com o deputado Arthur Lira, o governador Paulo Dantas, prefeito JHC, senadores Renan Calheiros, Fernando Farias e Rodrigo Cunha, para saber das reais dimensões do rompimento da mina 18 da Braskem.

Na pauta, deficit habitacional e construção de casas populares, além de indenizações justas por parte da Braskem e realocação da população do entorno do Mutange, em especial dos Flexais de Baixo e de Cima.

A reunião com o presidente Lula, solicitada pelo deputado federal Arthur Lira, foi ampliada inesperadamente, dando a impressão de que a disputa entre o presidente da Câmara e Renan terá uma trégua pelo menos até o final do ano.

REPARAÇÃO

Com sérios danos ambientais pela agressividade da tragédia promovida pela mineradora que vem se arrastando há anos, os órgãos ambientais, assim como os ministérios públicos Federal e Estadual querem que a Braskem faça os reparos financeiros necessários para ajudar na recuperação do meio ambiente atingido duramente.

FOGO RASTEIRO

Embora tenha acenado para uma trégua nas suas relações políticas com o presidente da Câmara dos Deputados, o senador Renan Calheiros já disse que a proposta para encontrar a solução adequada só não vai passar se Artur Lira for defender os interesses da Braskem e Odebrecht.

QUESTIONÁVEL

A Procuradoria Geral do Estado está decidida a procurar a Justiça com o objetivo de fazer com que a Braskem devolva os imóveis aos seus antigos donos, mesmo com esses tendo sido indenizados. É. Não vai ser fácil, não.

DÚVIDAS

No início da semana, técnicos especialistas admitiram que o rompimento da mina não significa o colapso total, mas simplesmente o começo do processo.

ABASTECENDO

A partir deste momento, é a Defesa Civil, como vem fazendo até agora, que deve manter as informações constantes para toda a sociedade, que precisa saber com detalhes o que realmente está acontecendo.

CERCO

Após tomar uma dimensão jamais vista, a tragédia do Pinheiro está sendo agora acompanhada de perto pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Ministério Público e, também, pela Polícia Federal. Isso quer dizer que os processos que ainda dormem por aí terão bastante agilidade a partir de agora.

RAPIDEZ

Finalmente, os órgãos públicos estão na velocidade que as providências sobre a tragédia do Pinheiro requeriam. Rapidamente, a Câmara de Vereadores aprovou por unanimidade o projeto de lei oriundo da Prefeitura de Maceió isentando todos os moradores das áreas atingidas do pagamento do IPTU, durante cinco anos. Também terão a redução da cobrança do ISS.

ALTO LÁ!

O que parecia ser um grande negócio comercial, a previsão começa a ser desmontada pelos órgãos públicos. Nesta semana, o Instituto do Meio Ambiente recomendou que a Braskem crie uma Reserva Particular do Patrimônio Natural na área do Mapa de Risco.

MONITORAMENTO

A SSP e a Seris, firmaram ontem um acordo de cooperação com o Tribunal de Justiça de Alagoas para reforçar o monitoramento do cumprimento da execução das penas aos condenados em regime aberto, semiaberto ou com restrição de liberdade.


» Alunos do Colégio Tiradentes foram os grandes vencedores da Operação Cisne Branco, concurso de redação promovido pela Marinha do Brasil.

» Ao todo, seis estudantes da rede estadual de ensino foram homenageados durante solenidade realizada na sede da Capitania dos Portos de Maceió, nessa terça-feira (12).

» A Sesau divulgou ontem a lista dos 96 aprovados no Processo Seletivo Simplificado (PSS) do Sistema Prisional de Alagoas para contratos temporários.

» Os convocados deverão cumprir cargas horárias que variam de 24 a 30 horas semanais, e os salários vão de R$ 1.937,06 a R$ 5.943,24, de acordo com o nível de instrução.

Mais matérias
desta edição