app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN19122023

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 19/12/2023 - Matéria atualizada em 19/12/2023 às 04h00

A presença do ministro do Turismo, Celso Sabino de Oliveira, e do presidente da Embratur, Marcelo Freixo, que vieram acompanhados do Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, serviu para dar visibilidade a um dos mais procurados recantos turísticos do Brasil, a cidade de Maceió.

Os noticiários desencontrados por todo o País estariam prejudicando, de certa maneira, a vinda de turistas para a capital de Alagoas, mesmo que os problemas causados pelo desmoronamento da mina 18 e o afundamento do solo numa região localizada nada digam respeito às atividades do setor, que continuam a todo o vapor.

REFORÇO

Ao se reunir com o trade turístico e avaliar as consequências do noticiário a certo ponto negativo, a comitiva vinda de Brasília aposta que isso é apenas passageiro. O fluxo turístico continua normal e se espera a comercialização total de acomodações na capital e alguns municípios do interior neste final de ano.

LOCALIZADO

Como os problemas provocados pela Braskem estão muito longe do coração turístico de Maceió, certamente hotéis, pousadas e empresas que atuam no ramo já estão atuando para desmistificar notícias que fogem da realidade.

PROCURANDO CULPADO

O que se tem visto nos últimos meses, desde que foi denunciado o colapso iminente da mina número 18, com consequências ainda imprevisíveis, é uma tentativa de encontrar um culpado ou alguns culpados da danosa ação da Braskem na prospecção do sal-gema.

AMPLIAÇÃO

Se os órgãos ambientais, assim como o Ministério Público, CNJ e Polícia Federal chegarem à conclusão de que muita gente é culpada nesse processo que afundou pelo menos 5 bairros e que ninguém prevê aonde vai chegar, o custo será muito alto.

PROTEÇÃO

O objetivo principal das autoridades no momento é garantir o amplo apoio às vítimas da Braskem, suas indenizações e realocações, medidas inquestionáveis até agora. Depois disso, a conta salgada pode ser atribuída a quem negligenciou nas medidas de proteção que deveriam ter sido tomadas anos atrás.

PRESSÃO

As manifestações, uma atrás da outra, dos atingidos pela tragédia do Pinheiro podem não resolver, mas certamente ajudam bastante ao chamar a atenção da população para o grave problema e as providências que estão sendo agilizadas pelas autoridades.

OSCILANDO

Vai demorar ainda muito tempo para o problema da mina número 18 da Braskem ser resolvido. Dia sim, dia não, o monitoramento sobre um possível colapso tem oscilado bastante. Para menos e para mais. A estabilização do afundamento do solo é o que todos esperam.

DEFINIÇÃO

A mineradora e os órgãos fiscalizadores devem decidir hoje sobre a indenização dos pescadores que sofreram com o colapso da mina 18. A dúvida sobre quanto cada um vai receber – avaliação em torno de 7 mil trabalhadores – e por quanto tempo.

ALERTA

As últimas declarações do presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, de que a Braskem vem cumprindo rigorosamente com os compromissos assumidos, não deixam de ser uma tentativa para que a CPI deixe o governo em paz.

LUTO

Morreu ontem, aos 81 anos, o médico Antônio de Pádua Carvalho, cirurgião geral, especialista em cirurgia bariátrica, com história ligada à Santa Casa.


» O programa Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça de Alagoas, beneficiou mais de 7.800 pessoas em 28 mutirões realizados em 2023.

» A população de Maceió e de outras 12 cidades teve acesso facilitado à resolução de ações cíveis, emissão de documentos e casamento.

» Foram realizadas 786 audiências de processo cíveis simples. Os casamentos coletivos uniram oficialmente mais de mil casais.

» A Prefeitura de Maceió lançará, em 2024, o DataMaceió, plataforma onde disponibilizará dados sobre socioeconomia, educação, saúde, segurança, infraestrutura, meio ambiente, telecomunicação, inovação, saneamento, orçamento, turismo, mapas e painéis.

Mais matérias
desta edição