app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5647
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN23122023

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 23/12/2023 - Matéria atualizada em 23/12/2023 às 04h00

O aprofundamento, pela Polícia Federal, das investigações sobre a Braskem depois da operação deflagrada na última quinta-feira deve servir de subsídio para a CPI, que terá os seus trabalhos iniciados no próximo mês de fevereiro.

Remontando ao ano de 1976, quando as perfurações foram iniciadas, os documentos apreendidos pela PF certamente servirão de munição para se chegar definitivamente às responsabilidades da empresa e também de todas as pessoas que estavam envolvidas, desde a concessão de alvarás, até a falta de informações precisas sobre o perigo que rondava a população dos cinco bairros atingidos por afundamentos.

ALVOS

Diretores, gerentes de produção e técnicos foram os alvos principais da operação da Polícia Federal, que ainda percorre novas linhas de investigação que devem chegar à cúpula da empresa. Pelo visto, os R$ 14 bilhões já disponibilizados para o custo das indenizações do Estado, município e pessoas atingidas pela tragédia ainda serão insuficientes para reparar os danos causados.

PARTIDA

Começou o verão e o Estado se prepara para dar prosseguimento às obras de duplicação da AL-101 Norte, do aeroporto de Maragogi e outros projetos que visam impulsionar o turismo do Norte ao Sul do Estado de Alagoas, em que pese o problema do afundamento da mina da Braskem ter momentaneamente desviado a atenção das autoridades por uma situação emergencial.

FOCO TOTAL

Avançando na realização de obras e de projetos sociais na capital e no interior, o governo Paulo Dantas tem impressionado pelo ritmo de trabalho realizado nos últimos meses e que deverá ser redobrado na recuperação de estradas fundamentais ao escoamento da produção.

APOIO

Paralelamente às medidas que estão sendo adotadas pela prefeitura de Maceió, o governo do Estado também se esforça para viabilizar recursos e colaborar nas indenizações e realocação dos moradores dos Flexais de Baixo e de Cima.

PROJETOS

Ninguém ainda pode prever o que decidirá a Justiça sobre a região do Pinheiro e adjacências, mas, se depender do governo estadual, o local será destinado à implantação de um parque para que todos possam usufruir de uma nova área verde, afastando a possibilidade de futuras construções no local.

SEM DEFINIÇÃO

Muito embora o MDB esteja insatisfeito com a aliança feita pelo vereador Chico Filho e o prefeito JHC, ainda não se sabe o que o diretório municipal vai decidir. Se intervém e expulsa os considerados “traidores” ou irá resolver a questão somente no decorrer do próximo ano.

JOGO DURO

Para quem circula nos bastidores do Palácio República dos Palmares, as eleições de 2024 serão decisivas para a realização de outros projetos para 2026, que incluem disputa para o governo, Senado da República, além de deputados federais e estaduais.

EM ALTA

A aprovação da Reforma Tributária e a derrubada do veto sobre o Marco Temporal mostraram a força que detém Arthur Lira à frente da presidência da Câmara dos Deputados.

FORTALECIDO

Com a expectativa de se candidatar a uma das duas vagas no Senado, Arthur Lira reforça suas bases e tem uma atenção especial com os problemas da cidade de Maceió, especialmente no caso da tragédia da Braskem.


» A operação da Polícia Federal colocou mais lenha na fogueira e documentos apreendidos revelarão o que acontecia por baixo dos panos.

» Os trabalhos da CPI da Braskem projetados para o início de fevereiro, aliados ao que já foi apurado até agora, darão munição para situação e oposição.

» O palanque para as eleições do próximo ano já foi armado. Restam agora novos lances ligados aos responsáveis pela tragédia do Pinheiro.

» Alguns vereadores já desistiram de concorrer às eleições em Maceió no próximo ano, mas outros estão com o cavalo selado para ir para o embate.

Mais matérias
desta edição