app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN27032024

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 27/03/2024 - Matéria atualizada em 27/03/2024 às 04h00

O ministro Ricardo Lewandowski se mostrou entusiasmado com a política de segurança pública no País ao inaugurar o Centro Integrado de Segurança (Cisp), no Benedito Bentes, ao lado do governador Paulo Dantas. Ele destacou o sucesso da investigação que prendeu os irmãos Brazão (deputado federal e conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro) e o ex-chefe da Polícia Civil Rivaldo Barbosa.
A solenidade na última segunda-feira (25) serviu, também, para o Governador Paulo Dantas mostrar o desempenho positivo da segurança pública em Alagoas no último ano, quando houve redução do número de mortes violentas.

DESENTENDIMENTO

Não têm chegado ao público, mas as brigas internas em alguns partidos políticos em Maceió têm aumentado consideravelmente. Algumas decisões têm agradado a uns e desagradado a outros, o que só deve ser resolvido após muita conversa entre os próprios aliados.

NÃO AGRADOU

A filiação da ex-prefeita do Pilar Fátima Resende ao MDB, do senador Renan Calheiros, não estava na agenda. Fátima estava inclinada a se filiar ao PP do deputado Arhur Lira, o que surpreendentemente não aconteceu.

CRESCENDO

Com a decisão de Fátima de aderir ao MDB, o filho do ex-prefeito Oziel Barros, Douglas Barros, aumenta o poder de fogo para ser o candidato da oposição no Pilar. Essas movimentações trarão consequências eleitorais para as eleições de outubro.

DESESPERO

O presidente da Câmara de Vereadores, Galba Netto, que ainda não anunciou para onde vai, parece que anda perdendo a esperança de ser escolhido como candidato a vice-prefeito de JHC.

DOS DOIS LADOS

Os Novaes estão jogando de todos os lados e não sabem, ainda, com quem vão embarcar. O filho se aproxima de JHC e o pai, Galba Novaes, ainda não decidiu se vai continuar na oposição, ou seja, no MDB do senador Renan Calheiros. Parece confortável permanecer nos dois lados, mas não é.

PRESSÃO

Inconformados com projeto de lei que regulamenta a profissão de motoristas por aplicativos oriundo do Poder Executivo, os profissionais fizeram ontem uma manifestação no estacionamento de Jaraguá, acompanhando eventos em outras capitais do Brasil.

PREJUÍZOS

Eles acham que terão sérios prejuízos já que irão pagar contribuição sindical e outros impostos, o que torna praticamente inviável a profissão. Querem, assim, que o governo federal retire da Câmara dos Deputados o projeto de lei.

MORTALIDADE

O editorial da edição dessa terça-feira da Gazeta de Alagoas, intitulado “Avanços e desafios”, que trata da redução dos índices de mortalidade infantil no Brasil nas últimas décdas, trouxe a informação de que, em 1990, o País registrava 56,1 óbitos por mil nascidos. Entretanto, de acordo com Boletim Epidemiológico elaborado pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, o índice registrado naquele ano foi de 47,1.

Mais matérias
desta edição