app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Imobiliário

Maceió ganha 1ª passarela que liga dois edifícios

.

Por Editoria do Imobiliário & Construção | Edição do dia 09/10/2021 - Matéria atualizada em 08/10/2021 às 23h14

Quem passou nos últimos dias pela Av. Ariosvaldo Pereira Cintra, no bairro da Gruta de Lourdes, se surpreendeu com uma estrutura metálica inédita em Maceió: uma passarela de 35 metros de comprimento, que irá conectar o Hospital do Coração ao Centro Médico que está na fase final de construção e que foi planejado para reunir diversos serviços na área da saúde.

A obra é responsabilidade da construtora Teto Planejamento e Incorporações e traz a assinatura do arquiteto Edalmo Lobo. A editoria do Imobiliário & Construção foi convidada para conhecer a novidade na área da construção civil em Maceió. De acordo com o empresário Joaquim Santana, da Teto, o prédio de 17 andares e 18 mil m² de área construída já é uma referência no mercado pelos diferenciais e inovações. “Deixei o projeto aprovado na Prefeitura com todas as resoluções. É uma contribuição ao mercado”, disse.

 

Empresário Joaquim Santana, da Teto Planejamento, e a passarela que liga o Hospital do Coração ao novo centro médico
Empresário Joaquim Santana, da Teto Planejamento, e a passarela que liga o Hospital do Coração ao novo centro médico - Foto: Divulgação
 

A construção da passarela ligando o Hospital do Coração ao novo Centro Médico é mais um avanço que chega ao mercado imobiliário alagoano através da construtora Teto. Fundador da Ademi-AL e da Adit, Joaquim Santana tem 50 anos de obra e uma história de dedicação A estrutura metálica de 16 toneladas é uma inovação no mercado local e deve ser tendência na capital alagoana, a exemplo de outras capitais do país.

Hoje a obra do novo centro médico do Hospital do Coração está na fase de acabamento e conta com 90 trabalhadores. A previsão de entrega é janeiro de 2022. O empreendimento está totalmente comercializado. “Agradeço a confiança da direção do Hospital do Coração, na pessoa do Dr. Ricardo Cavalcanti. Fazer esta obra é uma conquista importante  um marco na história de 35 anos da Teto”, concluiu Joaquim Santana.

Mais matérias
desta edição