app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5691
Integração

Confira os destaques do interior alagoano #I01052021

.

Por MOZART LUNA | Edição do dia 01/05/2021 - Matéria atualizada em 01/05/2021 às 04h00

O “CENSO DEMOGRÁFICO DA MORTE”

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de deferir uma liminar, na última quarta-feira (28), determinando à União e à Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a adoção de medidas voltadas à realização do censo demográfico de 2021 foi comemorada pelos prefeitos, mas causou grande preocupação às autoridades de saúde. A decisão é do ministro Marco Aurélio, na Ação Cível Originária (ACO) 3508, ajuizada pelo estado do Maranhão, que estranhamente luta por um censo demográfico, quando todos evitam contato e buscam se distanciar para evitar a contaminação por Covid-19. O trabalho vai envolver milhares de recenseadores, que vão andar de casa em casa, conversando com as pessoas e levando consigo a grande possibilidade de transmissão do vírus. Um absurdo, que tem como justificativa a ganância dos gestores em querer aumentar os percentuais dos repasses constitucionais, que têm como base de cálculo a densidade populacional. Realizar o censo demográfico antes que toda a população seja vacinada é promover o genocídio e uma pena que o ministro Marco Aurélio foi induzido ao erro. Será o “Censo da Morte”, porque vai promover a disseminação do vírus até mesmo a comunidades aonde ainda o vírus não chegou. Um absurdo contra a qual as autoridades de saúde devem se posicionara urgentemente e esclarecer ao STF sobre esse perigo que será o “Censo da Morte”.


PILAR/FUNDEB

O prefeito do Pilar, Renato Rezende, segundo as lideranças dos trabalhadores da Educação no município, havia se comprometido a liberar os recursos dos precatórios do Fundeb assim que fosse regulamentado pelo Congresso Nacional, como assim foi. Entretanto, parece que o prefeito mudou de opinião.


PILAR/FUNDEB 2

Segundo trabalhadores da Educação, o município do Pilar tem guardado nas contas da prefeitura cerca de R$ 30 milhões, oriundos dos precatórios do Fundeb. Parte desses recursos foi utilizada em outras finalidades, mas não chegaram aos professores.


PILAR/REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O Poder Executivo Municipal enviou à Câmara de Vereadores projeto de reforma da Previdência, em que aumenta o percentual de contribuição dos aposentados e servidores da ativa de 11% para 14%. Segundo o presidente da Câmara, Tayrone Henrique, na mensagem o Executivo não explicava os motivos para o aumento da contribuição e por isso o projeto foi devolvido.


PREFEITURA/FPM

O mês de abril encerrou positivo para as prefeituras em 33% em relação ao ano passado. Até agora foram repassados aos municípios mais de R$ 9 bilhões, contra R$ 7 bilhões do ano passado. Um aumento de mais de 22%, fato que surpreendeu até mesmo as velhas raposas do municipalismo brasileiro, que estão sem argumentação para orientar os prefeitos a continuar com a choradeira da falta de dinheiro.


PORTO CALVO/CÍCERO

O ex-prefeito de Matriz do Camaragibe e de São Luiz do Quitunde Cícero Cavalcante decidiu que vai morar em Porto Calvo. Cavalcante já fez isso uma vez, anos atrás, quando pretendia disputar a prefeitura daquele município, mas depois, aconselhando por um amigo, desistiu. Agora, Cícero volta com o projeto e conta com o apoio do vereador Júnior Ferro Velho.


ARAPIRACA/FNDE

O vereador Pablo Fênix (PSDB) esteve recentemente em Brasília, representando a Câmara Municipal de Arapiraca. O parlamentar arapiraquense esteve com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Educação (FNDE), Marcelo Pontes, tratando de assuntos relativos à melhoria da educação em Arapiraca.


MARAGOGI/CÂMARA

Os vereadores de Maragogi realizaram sessão presencial na última quinta-feira (29) como havia solicitado o vereador Paulo Nunes. Entre os assuntos mais polêmicos que estavam sendo aguardados estava o aumento do número de embarcações para os passeios às galés. Entretanto, o projeto nem sequer foi colocado em pauta. Já o projeto do Refis foi aprovado por 7 a 4.


MARAGOGI/CÂMARA 2

O cenário político na Câmara de Maragogi começou a ser definido. O prefeito Sérgio Lira, com muita habilidade, está agora com maioria de 7 vereadores na sua base de sustentação.


PENEDO/CULTURA E TURISMO

Os servidores da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer, Esporte e Juventude (SEMCLEJ) participaram de uma reunião para debater as medidas que possam ser adotadas para o melhor funcionamento dos pontos turísticos administrados pela pasta.

Mais matérias
desta edição