app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Integração

Confira os destaques do interior alagoano #I11112023

.

Por MOZART LUNA | Edição do dia 11/11/2023 - Matéria atualizada em 11/11/2023 às 04h00

Hotel Jatiúca: Patrimônio de Alagoas

Um dos ícones do turismo em Alagoas, o Hotel Jatiúca, que era o Hotel Alteza na década de 70 e 80, quando iniciou suas operações, está para ser demolido, apagando uma das páginas da história de quando começou a atividade do turismo em nosso estado. “Arrancar” de Maceió o Hotel Jatiúca seria mais uma agressão cometida contra a memória de Maceió também, que já sofreu com a demolição de tantos prédios que marcaram época na capital alagoana como todos os casarões dos bairros de Pajuçara, Farol e Centro. A ganância imobiliária tem destruído muito da beleza arquitetônica de Maceió, que era considerada, desde que Alagoas se separou de Pernambuco, como a cidade aristocrática dos senhores de engenhos, que enviavam seus filhos para estudar em Coimbra e foi de lá que trouxeram muito das propostas arquitetônicas europeias que havia em Maceió, mas que hoje muito pouco ainda resta. O Hotel Jatiúca não é dessa época, mas é um marco da hotelaria e do turismo de Alagoas, que precisa ser preservado, através da intervenção direta da Justiça, do Executivo Estadual ou Municipal e de um posicionamento também do Legislativo, criando rapidamente uma lei para que se preserve o hotel. O Hotel Jatiúca está para Alagoas assim como está para o Rio de Janeiro o Copacabana Palace.


Collor/Hotel Jatiúca

O ex-senador Fernando Collor foi às redes sociais lembrar a importância do Hotel Jatiúca para Maceió e Alagoas. “Às margens da Lagoa da Anta, o Hotel Jatiúca convive em harmonia com o meio ambiente há mais de 40 anos. É um exemplo da conjugação do turismo de alto padrão e um exitoso conceito de sustentabilidade. Querem colocar abaixo o Jatiúca para dar lugar a uma selva de pedras.


Collor/Defesa do Jatiúca

“Em 1979, o terreno onde está o hotel pertencia à prefeitura e eu, como prefeito de Maceió, abri a licitação para construção de um resort de alta qualificação, com um projeto que respeitasse o meio ambiente. O objetivo foi desenvolver a nossa cidade. E assim foi feito! Temos que estar atentos à possibilidade de um retrocesso, que podemos dizer, grotesco. Acredito na fiscalização e firme atuação dos órgãos de controle para evitar essa possibilidade”, disse Collor.


Explicações

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA-AL) intimou a Prefeitura de Maceió, a construtora Record e o Hotel Jatiúca a prestarem esclarecimentos, em um prazo de cinco dias, sobre o empreendimento que será instalado no local onde funcionava o hotel, na região entre as praias de Jatiúca e Cruz das Almas, na orla de Maceió.


Objetivo

O objetivo do IMA é colher todas as informações possíveis no sentido de mensurar os impactos ambientais que podem ser provocados pelo novo empreendimento e adotar todos os procedimentos que cabem ao órgão para garantir a conservação da biodiversidade e a proteção do ecossistema marinho daquela área específica.


Maragogi/crime ambiental

Toda a faixa de areia próxima ao local onde ocorreu a descarga de dejetos em Maragogi está contaminada e oferece risco à saúde das pessoas que tomam banho e circulam por lá. A constatação não precisa de nenhum especialista no assunto, basta ir até lá e ver a cor do solo e o mau cheiro que exala. Será que esse crime vai passar em branco? Ninguém vai ser punido?


Equatorial/golpe

Equatorial alerta sobre sites falsos de emissão de conta de luz. Na hora de emitir a segunda via da conta da luz da Equatorial pelo site, os consumidores têm que tomar cuidado. Sempre digite o endereço www.equatorialenergia.com.br


Equatorial Energia

Acesse o novo site da Equatorial Energia e descubra as facilidades da Agência Web: segunda via, consulta de débitos, informar falta de energia e muito mais. www.equatorialenergia.com.br direto no navegador. Não faça a busca pelos sites de pesquisa. Procure contato apenas com a Assistente Virtual Clara pelo (82) 2126-9200; Central de Atendimento pelo 0800 082 0196; e Agências de Atendimento presencial.


Olho d’Água do Casado

A Prefeitura de Olho d’Água do Caso em Parceria está realizando curso de atendimento ao turista. Local: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo; dias: 13 a 21 de novembro, Horário:13h às 17h

Mais matérias
desta edição