app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Internacional

Mundo

ISRAEL AMEAÇA ATACAR SÍRIA Jerusalém – Israel ameaçou ontem a Síria de fazer represálias caso continuem os ataques do Hizbollah (grupo extremista islâmico libanês que recebe apoio sírio e iraniano), que na última  quinta-feira feriram três soldados israe

Por | Edição do dia 31/08/2002 - Matéria atualizada em 31/08/2002 às 00h00

ISRAEL AMEAÇA ATACAR SÍRIA Jerusalém – Israel ameaçou ontem a Síria de fazer represálias caso continuem os ataques do Hizbollah (grupo extremista islâmico libanês que recebe apoio sírio e iraniano), que na última  quinta-feira feriram três soldados israelenses no disputado setor  de Shabaa. O chefe de Estado-Maior israelense, general Moshé  Yalón, adotou um tom muito duro, comparando a Intifada (revolta palestina contra a ocupação israelense) a um “câncer”. Enquanto isso, quatro palestinos e três soldados israelenses ficaram feridos num tiroteio no acampamento de refugiados de Jenin, no norte da Cisjordânia. ABANDONO Miami - Contrabandistas abandonaram 17 imigrantes cubanos, incluindo duas crianças,  em uma remota ilha nas Bahamas, sem água nem comida,  informou, ontem, a guarda costeira dos Estados Unidos. Os cubanos foram resgatados de Cay Sal, uma ilha desabitada a cerca de 100 quilômetros ao norte da costa cubana, por uma embarcação da guarda costeira na terça-feira, após terem sido localizados por uma patrulha aérea. Segundo comunicado da guarda costeira, eles estavam em bom estado de saúde. CORPOS EM AVIÃO Moscou – Equipes de resgate recuperaram, ontem, os  corpos de 16 pessoas, encontrados entre os destroços de um  avião russo que caiu em uma  região remota na costa russa do  Pacífico, afirmou o porta-voz do  Ministério de Emergências do  país, Viktor Beltsov. O avião, um  bimotor An-28, desapareceu ontem pouco antes de aterrissar na cidade de Ayan, a 830 quilômetros do centro regional de Khabarovsk, de onde havia partido. Beltsov disse que a aeronave levava 14 passageiros e dois tripulantes. AMERICANOS APÓIAM ATAQUE AO IRAQUE Washington – O presidente dos EUA, George W. Bush, tem o apoio de 72% dos norte-americanos num eventual ataque ao Iraque, segundo os resultados de uma pesquisa que estará detalhada segunda-feira (2) na revista Newsweek. A minoria da população (31%) é contra uma intervenção militar contra Bagdá, mostra a pesquisa. Para 85% dos norte-americanos, a aprovação prévia do Congresso a uma ação desse tipo é “bastante importante” ou “muito importante”.

Mais matérias
desta edição