app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Internacional

Blair viaja para discutir com Bush ataque ao Iraque

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, viajou, nesse sábado, aos Estados Unidos para um encontro com o presidente George W. Bush, no qual vão discutir a ameaça americana de ataque ao Iraque. Seu avião decolou às 12h05 locais (8h05 em Brasília) do ae

Por | Edição do dia 08/09/2002 - Matéria atualizada em 08/09/2002 às 00h00

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, viajou, nesse sábado, aos Estados Unidos para um encontro com o presidente George W. Bush, no qual vão discutir a ameaça americana de ataque ao Iraque. Seu avião decolou às 12h05 locais (8h05 em Brasília) do aeroporto londrino de Heathrow. Blair será recebido por Bush em sua residência de veraneio de Camp David (Maryland), próximo de Washington. Sua assessoria nega que se trate de um ‘conselho de guerra’, mas Blair garantiu na quinta-feira à BBC que está pronto para pagar ‘o preço do sangue’ para apoiar os Estados Unidos. O primeiro-ministro britânico continua sendo por enquanto um dos poucos dirigentes no mundo a apoiar o presidente americano em sua intenção de usar a força para mudar o regime de Saddam Hussein, acusado de produzir armas de destruição em massa. Inspetores O ministro da Informação do Iraque, Mohammad Said al-Sahhaf, disse em Amã que o retorno dos inspetores da ONU (Oganização das Nações Unidas) não vai impedir os Estados Unidos de atacarem seu país. Sahhaf afirmou isso antes do secretário-geral da Liga árabe, Amr Moussa, anunciar que, segundo seus contatos com o governo iraquiano, parece muito provável que os inspetores da ONU sejam autorizados a voltar ao país. “Para o governo americano, o retorno ou não dos inspetores da ONU é a mesma coisa. O que conta é mudar o regime do Iraque”, declarou o ministro aos jornalistas. Depois classificar o governo americano de “louco”, acrescentou que ele é que vai mudar e não a direção do Iraque.

Mais matérias
desta edição