app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Internacional

Mulher mais velha do mundo completa 115 anos no Jap�o

Tóquio (Japão) e Sanaa (Iêmen) – A japonesa Kamato Hongo, a mulher mais velha do mundo desde março passado, completou ontem 115 anos, mas, enquanto sua família celebrava o aniversário, ela passou o dia dormindo, no dia  de ontem, pois Hongo costuma alte

Por | Edição do dia 17/09/2002 - Matéria atualizada em 17/09/2002 às 00h00

Tóquio (Japão) e Sanaa (Iêmen) – A japonesa Kamato Hongo, a mulher mais velha do mundo desde março passado, completou ontem 115 anos, mas, enquanto sua família celebrava o aniversário, ela passou o dia dormindo, no dia  de ontem, pois Hongo costuma alternar dois dias de vigília e dois de sono profundo, disse a imprensa local. Cerca de 30 membros da família de Hongo visitaram ontem sua casa em Kagoshima, sul do Japão. “Ela tem 115 anos e continua em bom estado de saúde. Espero que minha avó viva ainda muitos anos”, declarou Tsuyoshi Kurauchi, 45, neto de Hongo. Hongo quase não se levanta de sua cama e tem problemas de audição, mas continua movendo os braços ao ritmo das danças de sua ilha natal de Tokunoshima. O livro “Guinness” dos recordes declarou ser ela a mulher mais velha do mundo em março passado, depois do falecimento da norte-americana Maude Farris-Luse aos 115 anos e 56 dias. No Japão, país de inúmeros centenários, também vive o homem mais velho do mundo, Yukichi Chuganji, de 113 anos de idade. Mulher barulhenta No Iêmen, um homem se divorciou de sua primeira mulher porque ela era barulhenta e discutia muito e escolheu uma surda-muda como sua nova mulher, segundo a edição de ontem de um jornal regional. O “Al-Thawra” publicou que Yahya, 40, da Província de Dhamar, no sul do Iêmen, estava tão cansado de sua mulher “gritar e das discussões sem fim” que a deixou depois de 15 anos para se casar novamente com uma pessoa que não pode ouvir e falar, silenciosa e de modos delicados.

Mais matérias
desta edição