app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Internacional

Pinochet livre de processo

Santiago do Chile – Uma juíza chilena seguiu os passos da Suprema Corte e livrou ontem o ex-ditador Augusto Pinochet de um processo por crimes cometidos durante seu mandato, de 1973 a 1990. A magistrada Gabriela Corti, que investigava sete queixas contra

Por | Edição do dia 24/09/2002 - Matéria atualizada em 24/09/2002 às 00h00

Santiago do Chile – Uma juíza chilena seguiu os passos da Suprema Corte e livrou ontem o ex-ditador Augusto Pinochet de um processo por crimes cometidos durante seu mandato, de 1973 a 1990. A magistrada Gabriela Corti, que investigava sete queixas contra o ex-ditador, encerrou o caso acolhendo a decisão de julho da Suprema Corte, que livrou Pinochet, de 86 anos, de um processo paralelo por apresentar um estado de alienação mental que lhe impede de enfrentar um julgamento. “Augusto Pinochet Ugarte caiu, depois de cometidos os delitos que lhes eram imputados nestes autos, em um estado de alienação mental. Passou pela perícia médica feita por uma equipe de médicos especializados na matéria”, diz a decisão judicial. “Por estas considerações (...), arquiva-se parcial e definitivamente”, agregou a resolução. A juíza Corte foi designada especialmente pela Corte de Apelações da cidade costeira de Valparaíso, situada 140 km ao oeste de Santiago, para investigar o desaparecimento de sete opositores nos primeiros anos da ditadura Pinochet.

Mais matérias
desta edição