app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Internacional

Continua cerco a QG de Arafat

Jerusalém – Israel decidiu simplesmente ignorar a resolução aprovada ontem pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), manifestando sua determinação de continuar o cerco ao quartel-general do presidente da Autoridade Nacional Palest

Por | Edição do dia 25/09/2002 - Matéria atualizada em 25/09/2002 às 00h00

Jerusalém – Israel decidiu simplesmente ignorar a resolução aprovada ontem pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), manifestando sua determinação de continuar o cerco ao quartel-general do presidente da Autoridade Nacional Palestina, Iasser Arafat, em Ramallah. “A ONU pode pedir o que quiser. Problema dela. Israel continuará sua operação até que seus objetivos sejam alcançados”, declarou um alto funcionário do governo israelense. O funcionário também estimou que era previsível o fato de os Estados Unidos não terem vetado a resolução, considerando que Was-hington necessita do maior apoio possível da ONU contra o Iraque. Na verdade, os EUA não vetaram, mas também não votaram. E mesmo assim, o representante de Israel na ONU, Yehuda Lancry, se declarou “decepcionado” com a atitude dos EUA, numa entrevista à rádio estatal israelense. Palestinos mortos Nove palestinos morreram na madrugada de ontem durante a incursão do Exército israelense ao bairro de Choujaya, na cidade autônoma palestina de Gaza, revelou uma fonte médica palestina. Inicialmente, três palestinos foram mortos quando os tanques e helicópteros de assalto israelenses abriram fogo, depois mais seis.

Mais matérias
desta edição