app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Internacional

Atiradores invadem institui��o crist� no Paquist�o e matam sete

Karachi (Paquistão) – Dois atiradores invadiram, ontem, os escritórios de uma entidade dirigida por cristãos em Karachi, no Paquistão, ataram e amordaçaram sete deles e em seguida os mataram com disparos à queima-roupa na cabeça, segundo a polícia. Os cri

Por | Edição do dia 26/09/2002 - Matéria atualizada em 26/09/2002 às 00h00

Karachi (Paquistão) – Dois atiradores invadiram, ontem, os escritórios de uma entidade dirigida por cristãos em Karachi, no Paquistão, ataram e amordaçaram sete deles e em seguida os mataram com disparos à queima-roupa na cabeça, segundo a polícia. Os cristãos e os ocidentais vêm sendo vítimas freqüentes de ataques desde que, no ano passado, o governo do Paquistão declarou apoio incondicional aos Estados Unidos em sua “guerra ao terrorismo”. Há também duas pessoas internadas em estado grave. Todas as vítimas são paquistanesas. O ataque aconteceu na sede do Idare-e Amn-O-Insaf (Organização de Justiça e Paz). “Os atiradores primeiro amarraram todas as pessoas dentro da sala e taparam suas bocas. Depois, dispararam diretamente contra suas cabeças”, afirmou um policial. Terror “Aparentemente é um ato de terror”, afirmou o chefe de polícia Syed Kamal Shah. “Mas estamos investigando com a mente aberta e não descartamos a possibilidade de relação com os recentes ataques contra minorias e estrangeiros”. A sede da entidade fica no terceiro andar de um edifício comercial, onde também funciona um hospital. Não há letreiro na fachada. Uma multidão se formou em volta do prédio para ver os cadáveres deixando o local embrulhados em lençóis manchados de sangue. No hospital para onde os corpos foram levados, parentes de um dos mortos choravam e batiam no próprio corpo. A funcionária Sakina Rahmat só escapou da chacina porque ainda não havia chegado para trabalhar. “Não sei como isso aconteceu. Não temos inimizades com ninguém. Como isso pode acontecer conosco?”, questionou, chorando junto à cabeceira de uma colega ferida. A Idare-e Amn-O-Insaf é uma organização não-governamental comandada por cristãos paquistaneses que se dedicam a questões sociais e trabalhistas. A polícia informou que uma das últimas edições de sua revista “Jafakash” falava das polêmicas leis locais sobre blasfêmias.

Mais matérias
desta edição