app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5757
Internacional

Bush exige a��o urgente da ONU contra o Iraque

Washington – O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, voltou a desafiar o Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre uma possível ação militar contra o Iraque. Bush afirmou que ou o Conselho de Segurança da ONU decide imedi

Por | Edição do dia 28/09/2002 - Matéria atualizada em 28/09/2002 às 00h00

Washington – O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, voltou a desafiar o Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre uma possível ação militar contra o Iraque. Bush afirmou que ou o Conselho de Segurança da ONU decide imediatamente uma resolução para o Iraque, ou que “saia do caminho”. As declarações do presidente vieram no momento em que os Estados Unidos realizam um esforço diplomático para consguir a adesão internacional em uma campanha contra o Iraque - campanha que ainda não tem o apoio de países como China, Rússia e França. Apesar do intenso lobby de Bush, ontem, o presidente da França, Jacques Chirac, disse por telefone a Bush que ele ainda se opõe a uma nova resolução da ONU. A resolução aceitaria o uso automático da força, se o Iraque falhasse em cooperar com as demandas da organização. Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha lançaram uma ofensiva diplomática pelo apoio da França, da Rússia e da China para um rascunho de uma resolução. Chirac voltou a afirmar que prefere um processo de duas etapas: a primeira com o retorno dos inspetores ao país, e a segunda autorizando o uso da força, somente se o Iraque falhar em colaborar. O presidente francês disse a Bush que seu país apóia uma “resolução simples e firme, que mostre a determinação da comunidade internacional”. O enviado especial da Secretaria de Estado americana, Marc Grossman, discutiu a questão iraquiana nesta sexta-feira com o Ministério das Relações Exteriores da França.

Mais matérias
desta edição