app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Internacional

Saddam pede o retorno imediato dos inspetores

Bagdá e Washington – O presidente iraquiano, Saddan Hussein, esperar que “os inspetores de desarmamento da ONU (Organização das Nações Unidas) retornem ao seu país o mais rápido possível, segundo declarações do embaixador iraquiano nas Nações Unidas, Moha

Por | Edição do dia 12/10/2002 - Matéria atualizada em 12/10/2002 às 00h00

Bagdá e Washington – O presidente iraquiano, Saddan Hussein, esperar que “os inspetores de desarmamento da ONU (Organização das Nações Unidas) retornem ao seu país o mais rápido possível, segundo declarações do embaixador iraquiano nas Nações Unidas, Mohamed Al-Douri. Ele disse que o Iraque deu uma resposta positiva ao chefe de inspetores de armas da ONU, Hans Blix, que por sua vez enviou uma carta a Bagdá com detalhes práticos para retomar as inspeções. Na mensagem, Blix pediu às autoridades iraquianas que confirmem os detalhes da operação combinados na semana passada em Viena (Áustria). O gabinete de Blix confirmou ter recebido a resposta iraquiana, mas disse que a carta estava sendo traduzida do árabe para o inglês, e negou-se a dar mais detalhes. Pela manhã, o vice-premiê do Iraque, Tareq Aziz, disse que seu país estava pronto para responder a um possível ataque dos Estados Unidos, na primeira reação iraquiana à votação do Congresso norte-americano que deu ao presidente George W. Bush o poder de recorrer unilateralmente à força contra Bagdá. “Não estou surpreso pela decisão. Vamos enfrentar os planos de agressão dos Estados Unidos”, declarou Aziz a repórteres, depois de se encontrar com o presidente libanês, Emile Lahoud, em Beirute. Questionado sobre a data de um eventual ataque norte-americano, Aziz declarou: “Não somos nós que decidimos, mas estamos prontos para responder imediatamente”.

Mais matérias
desta edição