app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Internacional

Vacina pode “salvar” f�gado da hepatite C

Bruxelas e Paris – A empresa Innogenetics, da Bélgica, anunciou que sua vacina terapêutica – feita para tratar a doença, mais que preveni-la – pode conter e até reverter os danos ao fígado causados pela hepatite C. Segundo a revista “New Scientist”, em ce

Por | Edição do dia 03/11/2002 - Matéria atualizada em 03/11/2002 às 00h00

Bruxelas e Paris – A empresa Innogenetics, da Bélgica, anunciou que sua vacina terapêutica – feita para tratar a doença, mais que preveni-la – pode conter e até reverter os danos ao fígado causados pela hepatite C. Segundo a revista “New Scientist”, em cerca de um terço das pessoas doentes, o fígado é afetado de forma a não funcionar perfeitamente. Essa é a principal causa de pedidos de transplante de fígado. A vacina é baseada em uma proteína encontrada no vírus. Ela foi testada em 24 pacientes, infectados há 19 anos em média, que receberam cinco injeções a cada três semanas e outras seis doses depois de um intervalo de seis meses. Biopsias do fígado antes e depois do tratamento mostraram que a vacina impediu que houvesse inflamação do órgão. Na França, pesquisadores demonstraram, nos ratos, a eficácia das interferonas humanas alfa ou beta, associadas a um agente anti-tumoral corrente, o ifosfamida, para combater o tumor de Ewing, um tipo de câncer ósseo que atinge principalmente crianças. Estes resultados, publicados na revista especializada “Oncogene” deste mês, “abrem uma pista interessante para a descoberta de um ponto de estratégica terapêutico menos doloroso e mais eficaz contra esta forma de câncer dos ossos”, afirmam os pesquisadores do Inserm. O tumor de Ewing, um tumor maligno que atinge crianças, adolescentes e jovens adultos, tem um pico de frequência entre os 10 e os 15 anos. Anualmente, surgem na França entre 50 a cem novos casos desta doença.

Mais matérias
desta edição