app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Internacional

“Temos que professar Jesus Cristo”

Roma, Itália – Em seu primeiro dia útil como papa Francisco, o argentino Jorge Mario Bergoglio mandou ontem diversas mensagens de que defende mudanças na Igreja Católica. Com gestos simbólicos, fez questão de sinalizar tempos de austeridade para a critica

Por | Edição do dia 15/03/2013 - Matéria atualizada em 15/03/2013 às 00h00

Roma, Itália – Em seu primeiro dia útil como papa Francisco, o argentino Jorge Mario Bergoglio mandou ontem diversas mensagens de que defende mudanças na Igreja Católica. Com gestos simbólicos, fez questão de sinalizar tempos de austeridade para a criticada instituição. E na primeira mensagem pastoral como pontífice, uma missa aos cardeais na Capela Sistina com transmissão pela TV, defendeu que a igreja “caminhe” e seja “edificada” sobre bases sólidas. Caso contrário, disse ele, a poderosa instituição corre o risco de deixar de ser uma igreja e ser rebaixada a uma mera ONG beneficente. “A nossa vida é um caminho. Quando paramos, alguma coisa está errada”, disse Bergoglio, escolhido para liderar cerca de 1,2 bilhão de fiéis num momento de crise no catolicismo. CRUZ O novo papa fez um chamado pela colaboração dos cardeais e estabeleceu uma espécie de lema para a igreja em seu pontificado: caminhar, construir e difundir a palavra de Jesus.

Mais matérias
desta edição