app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Internacional

Pesquisa revela desconfian�a nas institui��es democr�ticas

Davos - O Fórum Econômico Mundial, que acontecerá em Davos, na Suíça, de 23 a 28 de janeiro de 2003, já escolheu o seu tema: confiança. Apostando que esse será um dos grandes assuntos em pauta no ano que vem, os organizadores estão divulgando uma pesquisa

Por | Edição do dia 09/11/2002 - Matéria atualizada em 09/11/2002 às 00h00

Davos - O Fórum Econômico Mundial, que acontecerá em Davos, na Suíça, de 23 a 28 de janeiro de 2003, já escolheu o seu tema: confiança. Apostando que esse será um dos grandes assuntos em pauta no ano que vem, os organizadores estão divulgando uma pesquisa feita por vários institutos e coordenada pelo Gallup International e Environics em 47 países tratando exatamente da questão da confiabilidade quanto às instituições democráticas e às empresas. A pesquisa, chamada ‘’Voice of The People’’ (voz do povo, em português), conclui que a relação entre as instituições e a sociedade em geral está muito abalada.O resultado que mais chama a atenção é o que diz respeito ao Congresso (ou Parlamento, dependendo do país): o Legislativo, em todos os países pesquisados, é o menos confiável dentre todas as instituições, junto com as empresas. A pergunta era sobre o grau de confiabilidade do Parlamento ou do Congresso (pouco, nenhum, algum e muito) em trabalhar de acordo com os maiores interesses da sociedade. Forças Armadas Também merece destaque o fato de que dois terços dos entrevistados responderam ‘’não’’ quan-do perguntados se concordam com a afirmação de que seu país é ‘’governado pelo desejo da população’’. Por outro lado, os maiores níveis de confiança foram demonstrados em relação às Forças Armadas, às ONGs (Organizações Não-Governamentais) e à ONU (Organização das Nações Unidas). Em primeiro lugar estão as Forças Armadas, notadamente em países que estão atualmente em estado de alerta, como Israel e os Estados Unidos. Nos países da América Latina e da África, que passaram por regimes militares em um passado recente, entretanto, elas ocupam a última posição quanto à confiabilidade. As ONGs têm o segundo maior grau de confiabilidade, e a ONU fica em quarto, depois do sistema educacional. No meio da escala, com quase tantas pessoas dizendo que confiam nelas quanto dizendo que não confiam, estão a OMC (Organização Mundial de Comércio), o Bird (Banco Mundial) e o FMI (Fundo Monetário Internacional). A mídia merece tanta confiança quanto os governos locais, segundo a pesquisa. Foram ouvidas 36 mil pessoas em seis continentes, de julho a setembro deste ano.

Mais matérias
desta edição