app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Internacional

Bebida alco�lica eleva risco de c�ncer de mama

Reino Unido - O risco de uma mulher contrair câncer de mama pode aumentar até 7% a cada dose de bebida alcoólica consumida diariamente. Mas o fato de fumar não aumenta o risco de desenvolver a doença. A descoberta é do maior estudo mundial sobre o comport

Por | Edição do dia 13/11/2002 - Matéria atualizada em 13/11/2002 às 00h00

Reino Unido - O risco de uma mulher contrair câncer de mama pode aumentar até 7% a cada dose de bebida alcoólica consumida diariamente. Mas o fato de fumar não aumenta o risco de desenvolver a doença. A descoberta é do maior estudo mundial sobre o comportamento feminino diante do álcool e do cigarro, que inclui resultados de 53 estudos com cerca de 150 mil mulheres em todo o mundo. O aumento de 7% no risco está relacionado à unidade padrão utilizada internacionalmente para o álcool — de 10 gramas, que equivale a cerca de uma taça de vinho ou meio copo de cerveja. Resposta definitiva “Essa é uma resposta definitiva para a relação entre o câncer de mama e a bebida e o cigarro”, afirmou Valerie Beral, líder da pesquisa no Cancer Research UK Epidemiology Unit in Oxford, no Reino Unido. No Reino Unido, segundo o estudo, uma em cada nove mulheres vai desenvolver o câncer de mama. Os pesquisadores estimam que o álcool seja responsável por 4% de todos os casos de câncer de mama registrados no mundo —e 2.000 casos anuais no Reino Unido. Álcool e cigarro Conforme o estudo, a relação entre o álcool e o aumento do risco de contrair câncer de mama independe da idade da mulher, número de filhos ou histórico familiar. Separar a contribuição do cigarro e do álcool para o desenvolvimento do câncer de mama vem sendo muito difícil porque as mulheres que bebem mais normalmente são as que também fumam mais e vice-versa. O número de mulheres consideradas pelo novo estudo permitiu que os pesquisadores estimassem com mais segurança os riscos de um e outro.

Mais matérias
desta edição