app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Internacional

Homem tenta usar avi�o�em atentado contra Israel

Istambul e Buenos Aires – Um árabe de cidadania israelense acusado de tentar sequestrar um avião da El Al desejava realizar um ataque semelhante aos ocorridos no dia 11 de setembro em Nova Iorque e Washington, no Estados Unidos. Autoridades turcas dissera

Por | Edição do dia 19/11/2002 - Matéria atualizada em 19/11/2002 às 00h00

Istambul e Buenos Aires – Um árabe de cidadania israelense acusado de tentar sequestrar um avião da El Al desejava realizar um ataque semelhante aos ocorridos no dia 11 de setembro em Nova Iorque e Washington, no Estados Unidos. Autoridades turcas disseram ontem que o acusado tentaria jogar o avião da companhia israelense contra um prédio do poder público em Tel Aviv (Israel). Tawfiq Fukra foi desarmado por um passageiro quando, armado com um canivete, tentou entrar na cabine do avião, que viajava de Tel Aviv para Istambul (Turquia) com 170 pessoas a bordo. Ninguém saiu ferido. “Ele tentou agir para fazer ouvir a causa do povo palestino”, disse uma autoridade policial da Turquia à agência de notícias Anatolian. Ele teria revelado que a ação que imaginou era semelhante aos ataques de 11 de setembro realizados nos EUA. Sua intenção, segundo revelou à polícia, era obrigar a tripulação do avião da El Al a dar meia volta e retornar para Tel Aviv, onde o aparelho seria jogado sobre um prédio do poder público, disse o canal NTV. A polícia turca, que interroga Fukra desde que foi capturado, no aeroporto de Istambul, domingo, não encontrou ligações dele com nenhum grupo político ou ativista conhecido, afirmou a Anatolian. Os membros das forças de segurança da Embaixada de Israel em Ancara (Turquia) cooperavam com as investigações realizadas pelos turcos, disse uma porta-voz do corpo consular israelense. Segundo ela, ainda não se sabe se Fukra será entregue às autoridades israelenses. O acusado deveria comparecer a um tribunal em Istambul ainda ontem. Em Buenos Aires, sete pessoas, entre elas uma criança de quatro anos de idade, morreram em um acidente aéreo na cidade de Andean, 130 quilômetros a sudoeste da capital argentina. A informação foi confirmada ontem pela polícia da Província de Rio Negro. A aeronave Piper K23 voava em comemoração aos 60 anos do aeroclube de Bariloche quando teve um problema mecânico e caiu.

Mais matérias
desta edição