app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Internacional

EI ordena novos ataques no mundo

São Paulo – O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, disse que lutará até o último homem, convocando os combatentes da facção a “fazer vulcões da jihad entrarem em erupção” em todo o mundo, em um áudio divulgado ontem. A gravação é a primeira a

Por | Edição do dia 14/11/2014 - Matéria atualizada em 14/11/2014 às 00h00

São Paulo – O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, disse que lutará até o último homem, convocando os combatentes da facção a “fazer vulcões da jihad entrarem em erupção” em todo o mundo, em um áudio divulgado ontem. A gravação é a primeira a ser divulgada desde que uma coalizão liderada pelos EUA começou a lançar ataques aéreos contra seus combatentes no Iraque e na Síria. A declaração foi postada on-line seis dias depois de autoridades iraquianas terem dito à Associated Press que al-Baghdadi foi ferido em um bombardeio no Iraque. Não ficou claro se a gravação foi feita antes ou depois do incidente. No áudio de 17 minutos, al-Baghdadi prometeu levar a “campanha cruzada”. “Deus nos ordenou a lutar”, disse. “Pelo motivo pelo qual os soldados do Estado Islâmico estão lutando, nunca deixarão de lutar, mesmo que reste apenas um soldado. Eles nunca desistirão de lutar, porque rejeitam a humilhação”, disse. A gravação, divulgada na mídia social é aparentemente autêntica, e a voz pareceu corresponder a áudios prévios divulgados pelo grupo. O califa conclamou os muçulmanos a travar uma guerra santa em todos os lugares e a atacar e matar “apóstatas”, especialmente na Arábia Saudita e Iêmen. Acredita-se que uma gravação anterior de al-Baghdadi tenha inspirado militantes na Argélia a matar e a decapitar um cidadão francês.

Mais matérias
desta edição