app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Internacional

Papa canoniza duas freiras palestinas

São Paulo, SP – O papa Francisco canonizou no domingo (17) duas freiras do século 19 que viviam na Palestina sob domínio do Império Otomano, tornando-as as duas primeiras santas palestinas. Tanto a irmã carmelita Santa Maria de Jesus Crucificado – cujo no

Por | Edição do dia 19/05/2015 - Matéria atualizada em 19/05/2015 às 00h00

São Paulo, SP – O papa Francisco canonizou no domingo (17) duas freiras do século 19 que viviam na Palestina sob domínio do Império Otomano, tornando-as as duas primeiras santas palestinas. Tanto a irmã carmelita Santa Maria de Jesus Crucificado – cujo nome era Mariam Bawardi (1846-1878) – quanto Santa Maria Alfonsina (1843-1927) – que se chamava Marie Alphonsine Ghattas – eram educadoras. Marie Alphonsine ajudou a fundar a Congregação das Irmãs do Rosário de Jerusalém, que administra escolas na cidade. Para ser santo, é preciso ter vivido de acordo com os ensinamentos da Igreja e feito ao menos dois milagres reconhecidos pelo Vaticano. No caso de Marie Alphonsine, um deles seria o de um engenheiro palestino que sobreviveu a um choque elétrico em 2009, após parentes pedirem a Santa Maria Alfonsina por sua recuperação. O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, e cerca de 2.000 cristãos árabes acompanharam a canonização. No sábado, Abbas se reuniu com Francisco. O papa o chamou de “anjo da paz”, que “destrói o espírito maligno da guerra”. Os dois conversaram sobre o acordo anunciado pelo Vaticano com a Palestina, que apoia a solução de dois estados e que poderia ajudar no reconhecimento de uma Palestina independente. ‡

Mais matérias
desta edição