app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Internacional

Governo tenta conter preju�zos

Brasília, DF – Embora tenha afirmado por diversas vezes que a presidente Dilma Rousseff ainda não decidiu se vetará a emenda que flexibilizou o fator previdenciário, o ministro da Previdência, Carlos Gabas, disse, ontem, que a manutenção da fórmula aprova

Por | Edição do dia 16/06/2015 - Matéria atualizada em 16/06/2015 às 00h00

Brasília, DF – Embora tenha afirmado por diversas vezes que a presidente Dilma Rousseff ainda não decidiu se vetará a emenda que flexibilizou o fator previdenciário, o ministro da Previdência, Carlos Gabas, disse, ontem, que a manutenção da fórmula aprovada pelo Congresso ‘inviabilizaria’ o sistema previdenciário nacional e geraria uma despesa trilionária para os cofres públicos. O ministro apresentou ainda números que devem embasar um provável veto às modificações – caminho visto nos bastidores como a decisão que deve ser tomada por Dilma. Nos próximos 15 anos, o gasto extra do governo com as aposentadorias pode bater os R$ 185 bilhões. Até 2060, Gabas alegou que a projeção é de que a fatura chegue a R$ 3,22 trilhões.

Mais matérias
desta edição