app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Internacional

S�ria volta registrar uso de arma qu�mica

São Paulo, SP – Militantes sírios e ONGs médicas anunciaram ontem ter documentado um ataque com arma química que afetou dezenas de pessoas na cidade síria de Marea. Uma das fontes acusou o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) pela ação. A organização Méd

Por | Edição do dia 26/08/2015 - Matéria atualizada em 26/08/2015 às 00h00

São Paulo, SP – Militantes sírios e ONGs médicas anunciaram ontem ter documentado um ataque com arma química que afetou dezenas de pessoas na cidade síria de Marea. Uma das fontes acusou o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) pela ação. A organização Médicos Sem Fronteiras explicou em um comunicado ter tratado quatro civis da mesma família que foram expostos a agentes químicos na última sexta-feira, 21, em Marea, o principal reduto rebelde na província de Aleppo (norte). Eles apresentaram “sintomas tais como olhos vermelhos, erupções na pele, conjuntivite e dificuldades respiratórias, que se seguiram cerca de três horas depois pela “formação de bolhas e agravamento dos sintomas respiratórios”, segundo a organização. A ONG não foi capaz de confirmar a natureza do agente químico, mas assegura que a condição dos pacientes e os testemunhos “indicam a exposição das vítimas a um agente químico”, segundo o chefe dos programas da MSF, Pablo Marco. ‡

Mais matérias
desta edição