app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5709
Internacional

Mundo

EMBAIXADA AMERICANA É ATACADA Sanaa - Duas granadas foram lançadas, ontem, contra a embaixada norte-americana em Sanaa no Iêmen, sem causar vítimas nem danos materiais, informou um dirigente do Ministério  do Interior. Um homem foi detido. Segundo inform

Por | Edição do dia 16/03/2002 - Matéria atualizada em 16/03/2002 às 00h00

EMBAIXADA AMERICANA É ATACADA Sanaa - Duas granadas foram lançadas, ontem, contra a embaixada norte-americana em Sanaa no Iêmen, sem causar vítimas nem danos materiais, informou um dirigente do Ministério  do Interior. Um homem foi detido. Segundo informações, Samir  Yahia Awadh, 25, tinha em seu poder um outro artefato explosivo, no momento em que foi preso. A polícia bloqueou o acesso ao setor. A embaixada americana distribuiu na última quarta-feira mensagem aos cidadãos americanos no Iêmen (um dia antes da visita do vice-presidente Dick Cheney) advertindo sobre a possibilidade de um ataque a alvos americanos. CARRO-BOMBA Bogotá - Agentes da polícia colombiana desativaram, ontem, um carro-bomba carregado  com 120 quilos de explosivos em uma estrada entre os municípios de Funza e Mosquera, próximos a Bogotá, informaram fontes oficiais. O veículo foi abandonado na hora de maior movimento no local, quando milhares de pessoas estão indo ao trabalho ou à escola. O diretor-geral da polícia, Luis Ernesto Gilibert, disse que uma grande tragédia foi evitada. APOIO AOS EUA Berlim - A Alemanha está disposta a apoiar os Estados  Unidos em caso de intervenção contra o Iraque, mas com  a condição de haver um  mandato da Organização das  Nações Unidas (ONU), afirmou, ontem, Charima Reinhardt, porta-voz do governo  alemão. “O chanceler alemão,  Gerhard Schröder, comunicou a decisão em um encontro com intelectuais ontem à noite”, afirmou Reinhardt. POLÍCIA PRENDE 24 E ABAFA PROTESTO Barcelona - Pelo menos 24 pessoas foram detidas, ontem, em Barcelona (Espanha), durante manifestações antiglobalização. A  cidade está sediando uma cúpula de chefes de Estado e de governo da União Européia (UE). As ruas de Barcelona foram palco de enfrentamentos entre a polícia e grupos radicais do movimento antiglobalização. Segundo os organizadores dos protestos, cerca de 10 mil pessoas teriam participado de passeatas em diversos pontos da cidade. Em alguns casos, as marchas descambaram para o vandalismo e para choques violentos com a polícia.

Mais matérias
desta edição