app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Internacional

Peru oferece US$ 1 mi por terroristas

O presidente do Peru, Alejandro Toledo, anunciou ontem uma recompensa de 3,5 milhões de soles (US$ 1 milhão de dólares) para quem der informações que permitam prender os autores do atentado à embaixada norte-americana em Lima, ocorrido na última quarta-fe

Por | Edição do dia 23/03/2002 - Matéria atualizada em 23/03/2002 às 00h00

O presidente do Peru, Alejandro Toledo, anunciou ontem uma recompensa de 3,5 milhões de soles (US$ 1 milhão de dólares) para quem der informações que permitam prender os autores do atentado à embaixada norte-americana em Lima, ocorrido na última quarta-feira e que deixou nove mortos. Em preparação para a visita que o presidente dos EUA George W. Bush fará ao país neste fim de semana, o governo peruano anunciou o deslocamento de cerca de sete mil policiais e soldados, além de outras medidas de segurança. O Peru colocou policiais nas ruas, ancorou navios ao longo da  costa e pôs seus jatos militares de  prontidão para receber o presidente norte-americano, George  W. Bush, neste fim de semana. As ruas próximas ao hotel em que Bush se hospedará, em frente à praia, ficarão inacessíveis. Guardas com espelhos vão vistoriar os carros estacionados para garantir que não há bombas sob eles. O centro colonial de Lima já está com várias ruas fechadas, e em frente ao palácio presidencial já há tropas de choque. Ali, Toledo receberá Bush e os presidentes da Colômbia e da Bolívia, além do vice do Equador. O espaço aéreo peruano está temporariamente fechado, e os caças Mig-29 têm ordem para abater qualquer avião não-autorizado. Bush chegará na tarde de sábado, procedente de Monterrey, México, onde participa da reunião da ONU sobre ajuda ao desenvolvimento dos países pobres. Ele deve discutir o combate ao narcotráfico e às guerrilhas.

Mais matérias
desta edição