app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Internacional

Arafat diz que sofre “conspira��o”

Jerusalém – O presidente palestino, Iasser Arafat, denunciou ao enviado especial  da União Européia (UE) para  o Oriente Médio, Miguel Angel Moratinos, que “existe  uma conspiração do silêncio”  contra ele. A declaração foi  reproduzida pelo porta-voz de

Por | Edição do dia 02/04/2002 - Matéria atualizada em 02/04/2002 às 00h00

Jerusalém – O presidente palestino, Iasser Arafat, denunciou ao enviado especial  da União Européia (UE) para  o Oriente Médio, Miguel Angel Moratinos, que “existe  uma conspiração do silêncio”  contra ele. A declaração foi  reproduzida pelo porta-voz de Moratinos, Javier Sancho, que disse que o representante europeu conversou por telefone com Arafat ontem à tarde e que está com ele em “contato quase permanente”, sempre que as circunstâncias permitem. Moratinos informou ao presidente palestino que o grupo de enviados internacionais à região, composto também por Anthony Zinni (EUA), Terje Larsen (ONU), e Andrei Vdovin (Rússia) realiza intensas articulações para tentar impedir uma maior escalada da tensão e encontrar uma saída, “sem economizar esforços”. Sancho disse que há “sobre a mesa” um pedido para ir a Ramallah, onde Arafat se encontra completamente isolado desde quinta-feira passada, quando tropas israelenses ocuparam a cidade. O porta-voz disse que é esperada uma resposta por parte das autoridades israelenses, que decretaram o lugar área militar fechada. Carro-bomba Um carro-bomba explodiu em Jerusalém, ontem à noite, matando seu autor e deixando pelo menos três feridos, entre eles um policial, que foi o mais atingido. A explosão ocorreu quando policiais israelenses tentavam controlar um motorista no limite entre os setores ocidental e oriental ocupado e anexado de Jerusalém, disse o chefe de polícia Micky Levy.

Mais matérias
desta edição