app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Internacional

Mundo

CARRO-BOMBA MATA DOIS EM BOGOTÁ Bogotá – Dois policiais morreram, ontem, quando tentavam desativar um carro-bomba, com um cadáver dentro, no município de Sibaté, próximo de Bogotá, segundo fontes policiais. O comandante da polícia colombiana, general Lui

Por | Edição do dia 10/04/2002 - Matéria atualizada em 10/04/2002 às 00h00

CARRO-BOMBA MATA DOIS EM BOGOTÁ Bogotá – Dois policiais morreram, ontem, quando tentavam desativar um carro-bomba, com um cadáver dentro, no município de Sibaté, próximo de Bogotá, segundo fontes policiais. O comandante da polícia colombiana, general Luis Ernesto Gilibert, afirmou a jornalistas que o carro-bomba explodiu nas imediações da escola de suboficiais da instituição, situada em Sibaté (a 28 km de Bogotá), quando os dois técnicos antiexplosivos tentavam desativar as cargas de dinamite. ACIDENTE AÉREO Lisboa - Três militares morreram, ontem, na queda de um helicóptero no Distrito de Castro de Aire (norte do país), informou a Força Aérea Portuguesa. Bombeiros afirmaram que se trata de um helicóptero de fabricação francesa tipo “Aloutte-3” no qual, aparentemente, viajavam o piloto, co-piloto e um assistente. O acidente, que ainda não teve a causa determinada, ocorreu quando o helicóptero da aeronáutica caiu perto da região de Viseu, cerca de 300 km ao norte de Lisboa. FUNERAL Londres - Mais de 1 milhão de pessoas se agruparam, ontem,  ao longo do trajeto do cortejo fúnebre da rainha-mãe, do centro  de Londres até o castelo de  Windsor. O féretro da rainha-mãe, falecida no dia 30 de março aos 101 anos de idade, chegou às primeiras horas da tarde a Windsor, onde ficará na capela de São George, junto de seu marido, o rei George VI. Antes do cortejo, cerca de 400 mil pessoas compareceram aos arredores do Parlamento britânico e da abadia de Westminster para acompanhar de perto o funeral da rainha-mãe. ABUSO SEXUAL: SUSPENSOS NOVE PADRES Cleveland – A Diocese Católica de Cleveland anunciou a suspensão de nove padres por causa de acusações de abuso sexual, e identificou 12 outros que já deixaram a atividade por causa de  suspeitas semelhantes. A revelação aumenta o escândalo envolvendo padres católicos nos Estados Unidos, principalmente em Boston, cuja arquidiocese é acusada de ter protegido padres que praticavam abuso sexual contra garotos. O bispo Anthony Pilla, de Cleveland, afirmou que os nove padres suspensos seriam colocados em funções administrativas até que haja mais investigações.

Mais matérias
desta edição