app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Internacional

EUA matam 41 em casamento no Iraque

A rede de TV Al Arabiya afirmou ontem que um bombardeio americano atingiu uma festa de casamento no oeste do Iraque, deixando ao menos 41 mortos. Segundo a TV Al Arabiya, com sede nos Emirados Árabes Unidos, testemunhas na cidade de Al Qaim, na fronteira

Por | Edição do dia 20/05/2004 - Matéria atualizada em 20/05/2004 às 00h00

A rede de TV Al Arabiya afirmou ontem que um bombardeio americano atingiu uma festa de casamento no oeste do Iraque, deixando ao menos 41 mortos. Segundo a TV Al Arabiya, com sede nos Emirados Árabes Unidos, testemunhas na cidade de Al Qaim, na fronteira com a Síria, disseram que aviões dos EUA bombardearam o vilarejo de Makr al Deeb, próximo da fronteira entre o Iraque e a Síria, quando famílias participavam de uma festa de casamento. O Exército dos EUA, que não confirmou as informações da TV Al Arabiya, declarou que abriu investigação sobre o caso. A TV Al Arabiya disse que entre as vítimas havia mulheres e crianças e mostrou imagens de vários corpos enrolados em lençóis, enfileirados em uma estrada suja. Foram mostrados homens abrindo covas para enterrar os corpos, incluindo o de uma criança, enquanto parentes choravam. Iraquianos afirmaram que convidados estavam atirando para o alto em uma tradicional celebração de casamento. O Exército dos Estados Unidos afirmou ter matado cerca de 40 pessoas em um ataque contra combatentes estrangeiros suspeitos no Iraque, próximo à fronteira com a Síria, mas contestou as informações de que as vítimas estavam em uma festa de casamento. O general Mark Kimmitt, vice-chefe de operações americanas no Iraque, disse que o ataque estava dentro das regras militares.

Mais matérias
desta edição