app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5717
Internacional

Ch�vez � transferido para base naval sob protestos

O ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez foi levado do Forte Tiuna, principal base militar de Caracas, para uma base naval no centro do país, nesse sábado. Panelaços e protestos a favor dele ocorreram em diversos locais da capital. As manifestações ocorre

Por | Edição do dia 14/04/2002 - Matéria atualizada em 14/04/2002 às 00h00

O ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez foi levado do Forte Tiuna, principal base militar de Caracas, para uma base naval no centro do país, nesse sábado. Panelaços e protestos a favor dele ocorreram em diversos locais da capital. As manifestações ocorreram no bairro pobre de El Valle e no de classe média Santa Mónica, enquanto helicópteros sobrevoavam a área próxima ao forte militar do oeste de Caracas. Tiroteios foram ouvidos na zona e vizinhos gritando “queremos referendo” e “os pobres não vamos deixar o presidente cair”. Segundo um membro da equipe de Chávez que estava no local, o ex-presidente estava sendo levado, vestido com trajes militares, supostamente para Tiurosmo”, base naval a cerca de 100 km a sudoeste de Caracas, na costa do mar Caribe. A fonte não informou a hora nem a forma da suposta saída do ex-presidente, mas garantiu que a informação é “muito confiável”, fornecida por militares próximos a Chávez. O ex-presidente, segundo informações, supostamente havia renunciado, pressionado por um movimento cívico-militar. “Tenho medo que o matem”, confessou o colaborador do ex-governante. Horas antes, a filha de Chávez, María Gabriela, disse à TV cubana que seu pai “foi colocado em um helicóptero e levado a destino desconhecido”. María Gabriela afirmou ontem que falou com seu pai e que o ex-presidente disse que “em nenhum momento” renunciou ao cargo e que na Venezuela foi instaurada “uma ditadura de extrema-direita”.

Mais matérias
desta edição