app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Internacional

Bush defender� programa no Congresso

| FOLHAPRESS Washington - Na prática, porém, é difícil apoiar a ofensiva de relações públicas da Casa Branca, primeiro porque o programa é sigiloso e os detalhes, desconhecidos, uma vez que se trata de assunto de segurança nacional. Críticos ressaltam a

Por | Edição do dia 29/01/2006 - Matéria atualizada em 29/01/2006 às 00h00

| FOLHAPRESS Washington - Na prática, porém, é difícil apoiar a ofensiva de relações públicas da Casa Branca, primeiro porque o programa é sigiloso e os detalhes, desconhecidos, uma vez que se trata de assunto de segurança nacional. Críticos ressaltam ainda que uma lei de 1978 permite o monitoramento de ligações originadas ou recebidas por moradores dos EUA desde que o governo consiga uma autorização judicial concedida por um tribunal secreto. A Casa Branca diz que o projeto é legal e que a consulta à corte retardaria os monitoramentos. Quando a pergunta foi feita à população, 68% dos entrevistados disseram que apoiariam um programa de monitoramento de pessoas consideradas suspeitas pelo governo. Mas 70% responderam ser contra a vigilância de americanos comuns. Os números serão lidos e relidos pela equipe de Bush nos próximos dias, quando a Casa Branca prepara a versão final do discurso do Estado da União, feito pelo presidente no Congresso todos os anos e que deve ocorrer na terça-feira à noite.

Mais matérias
desta edição