app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Internacional

Ap�s ano de duras cr�ticas, Bush faz discurso no Congresso

| Iuri Dantas Folhapress Washington - Depois de enfrentar o ano de maior crítica e mais dura oposição política, o presidente George W. Bush fará hoje, pela quinta vez, o tradicional discurso sobre o Estado da União no Congresso norte-americano, na tent

Por | Edição do dia 31/01/2006 - Matéria atualizada em 31/01/2006 às 00h00

| Iuri Dantas Folhapress Washington - Depois de enfrentar o ano de maior crítica e mais dura oposição política, o presidente George W. Bush fará hoje, pela quinta vez, o tradicional discurso sobre o Estado da União no Congresso norte-americano, na tentativa de recuperar fôlego político, vender otimismo sobre a economia, defender programas controversos de combate ao terrorismo e prometer de novo uma vida melhor para a população idosa e mais pobre. Não será fácil, como indicam os preparativos: ontem a Casa Branca finalizava o 23º rascunho do discurso, uma tradição nos EUA prevista na Constituição e iniciada por George Washington em 1790. Bush deve aproveitar cada segundo da oportunidade. Primeiro, para convencer o país de que está no caminho certo, enquanto 58% da população discorda, segundo pesquisa CNN/USA Today/Gallup da semana passada. Segundo, para defender a guerra ao terrorismo e medidas polêmicas, como o monitoramento de comunicações telefônicas e eletrônicas de moradores dos EUA. Terceiro, para avançar na estagnada agenda de reforma da Previdência, do sistema de saúde e apresentar alternativas à alta do petróleo e dos preços de energia. Até sexta-feira, havia ao menos um bom pilar para sustentar o discurso: a economia dava sinais de que ia bem, num processo consistente de recuperação. Mas a divulgação de um crescimento de 3,5% do PIB, o menor dos últimos três anos, diminuiu a vantagem.

Mais matérias
desta edição