app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Internacional

Advers�rio contesta vit�ria de Pr�val

| Folhapress Com agências internacionais Os haitianos saíram às ruas de Porto Príncipe ontem para comemorar a vitória de René Préval, do partido Lespwa, nas eleições presidenciais realizadas no último dia 7. O segundo colocado na apuração, Leslie Maniga

Por | Edição do dia 17/02/2006 - Matéria atualizada em 17/02/2006 às 00h00

| Folhapress Com agências internacionais Os haitianos saíram às ruas de Porto Príncipe ontem para comemorar a vitória de René Préval, do partido Lespwa, nas eleições presidenciais realizadas no último dia 7. O segundo colocado na apuração, Leslie Manigat, diz ter havido manipulação do resultado das urnas, em meio a denúncias de fraude no processo eleitoral. Manigat acusa a Comissão Eleitoral Provisória (CEP) de violar as regras ao dar vitória a Préval no primeiro turno e prometeu contestar o resultado. Préval, 63, ex-aliado do presidente deposto Jean-Bertrand Aristide, foi declarado vitorioso pela CEP por meio um acordo, anunciado na madrugada de ontem, que desconsiderou os votos em branco no cômputo final. O candidato do Lespwa foi declarado vitorioso com 51,15% dos votos. Manigat, 75, denunciou que Préval impôs sua vitória, e criticou a comunidade internacional pela postura adotada na apuração dos votos. “A violência foi recompensada”, ressaltou, após saber que as autoridades eleitorais modificaram a forma de contabilizar os votos em branco. Em meio a denúncias de fraude e protestos populares, a validação dos votos apurados foi paralisada na segunda-feira em 90,02%, com 48,76% da preferência para Préval. Com o resultado parcial, em segundo lugar aparecia o ex-presidente Leslie Manigat, com 11,83% dos votos, seguido pelo independente Charles Baker, com 7,93%. A proposta de declarar Préval como eleito foi sugerida pelo governo brasileiro, e milhares de partidários de Préval foram às ruas exigindo que sua vitória fosse declarada no primeiro turno. A exclusão das 85 mil cédulas em branco - que eram suspeitas de terem sido fraudadas - aumentou a porcentagem de votos de Préval para 51,15%. Visita ao Brasil René Préval, comunicou nesta quinta-feira ao chanceler brasileiro, Celso Amorim, sua intenção de visitar o Brasil antes de sua posse, prevista para 29 de março, para agradecer os esforços do País em prol da paz e da democratização do Haiti, de acordo com fontes oficiais. “O processo não terminou com a proclamação de um ganhador”, disse Amorim e reiterou que as tropas brasileiras que integram a Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti permanecerão no país caribenho o tempo que for necessário.

Mais matérias
desta edição