app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Internacional

EUA dizem que ir�o manter pris�o de Guant�namo ativa

| Folhapress Com agências internacionais Os Estados Unidos disseram ontem que não vão atender à solicitação de fechamento da base americana de Guantánamo, em Cuba, feita na quinta-feira, dia 16, pela Organização das Nações Unidas e pelo Parlamento Europ

Por | Edição do dia 18/02/2006 - Matéria atualizada em 18/02/2006 às 00h00

| Folhapress Com agências internacionais Os Estados Unidos disseram ontem que não vão atender à solicitação de fechamento da base americana de Guantánamo, em Cuba, feita na quinta-feira, dia 16, pela Organização das Nações Unidas e pelo Parlamento Europeu. A recusa tem como alegação serem considerados “terroristas perigosos” os prisioneiros lá mantidos. O esboço de um relatório da Comissão de Direitos Humanos da ONU sobre os detidos na base de Guantánamo, que ainda aguardam por julgamento, mostrou que os EUA cometeram maus-tratos e infringiram leis de direitos humanos. De acordo com o relatório, os EUA aplicariam técnicas exageradas no tratamento dos detentos, como confinamento solitário extenso e exposição dos detentos a temperaturas, iluminação e barulho extremos, além de obrigá-los a fazer a barba, entre outras ações que exploram crenças religiosas ou causam intimidação e humilhação. Scott McClellan, porta-voz da Casa Branca, garante que os militares americanos oferecem tratamento humano aos prisioneiros de Guantánamo, e afirmou que os especialistas da ONU nunca chegaram a visitar a prisão. Inspetores da ONU tentaram fazer visitas às instalações de Guantánamo no ano passado, mas desistiram após Washington ter proibido que eles falassem livremente e em particular com os prisioneiros.

Mais matérias
desta edição