app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Internacional

Mercado desaba e mata mais de 50

| ESTADÃO ONLINE Com agências internacionais Moscou - O desabamento do mercado Bauman em Moscou, ocorrido por volta das 5 horas de quinta-feira, deixa um saldo de mais de 50 mortos. De acordo com a porta-voz do Ministério para Situações de Emergência ru

Por | Edição do dia 24/02/2006 - Matéria atualizada em 24/02/2006 às 00h00

| ESTADÃO ONLINE Com agências internacionais Moscou - O desabamento do mercado Bauman em Moscou, ocorrido por volta das 5 horas de quinta-feira, deixa um saldo de mais de 50 mortos. De acordo com a porta-voz do Ministério para Situações de Emergência russo, Natalya Lukash, o número de feridos também é alto, acima de 30. Acredita-se que as vítimas seriam trabalhadores do Azerbaijão e de outras ex-repúblicas soviéticas - pessoas que migraram para Moscou para trabalhar em empregos pouco remunerados. O procurador de Moscou, Anatoli Zúyev, disse que estão sendo analisadas três hipóteses para as causas do desmoronamento: exploração inadequada do imóvel, peso da neve e erros no projeto do edifício. A agência de notícias RIA-Novosti afirmou que promotores abriram uma investigação criminal por negligência seguida de morte. Choros e gritos saiam do amontoado de parentes reunidos perto do local onde membros das equipes de emergência liam os nomes dos hospitalizados. Uma mulher foi retirada do local, gemendo e chorando, após ouvir que seu irmão havia morrido. Aquecedores foram levados para soprar ar quente nos entulhos e evitar que os soterrados morram congelados pela temperatura baixíssima (próxima do zero grau). Alguns sobreviventes presos sob o entulho ligaram para seus parentes usando celulares, o que ajudou as equipes de resgate. No entanto, horas se passaram durante a tarde sem nenhum resgate, afirmou o representante do Ministério para Situações de Emergência, Yuri Akimov.

Mais matérias
desta edição