app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Internacional

Lula e rainha evitam assuntos pol�micos

FOLHA ONLINE Com agências internacionais A rainha Elizabeth II e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mencionaram ontem as “boas relações” entre o Brasil e o Reino Unido e fizeram referências à comunidade brasileira que vive no país durante um banquet

Por | Edição do dia 08/03/2006 - Matéria atualizada em 08/03/2006 às 00h00

FOLHA ONLINE Com agências internacionais A rainha Elizabeth II e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mencionaram ontem as “boas relações” entre o Brasil e o Reino Unido e fizeram referências à comunidade brasileira que vive no país durante um banquete. Nenhum dos dois fez qualquer menção ao caso Jean Charles de Menezes, morto pela polícia britânica em julho de 2005. A rainha antes do jantar no Palácio de Buckingham se disse “feliz [pelo fato] de tantos jovens brasileiros escolherem estudar e trabalhar [no Reino Unido), e que mais turistas britânicos estão agora viajando para o Brasil”. Em seu discurso, o presidente Lula elogiou a receptividade que os brasileiros têm na ilha. “A hospitalidade britânica tem atraído muitos brasileiros ao Reino Unido. Trabalhadores, estudantes, intelectuais e artistas como nosso ministro da Cultura, que está aqui entre nós encontraram aqui abrigo para explorar oportunidades, aprofundar conhecimentos e demonstrar a criatividade, realizar aspirações.” Na semana passada, o colunista Richard Kay, especialista em família real do jornal Daily Mail, afirmou que a rainha faria um pedido de desculpas velado pela morte de Jean Charles de Menezes. Em nenhum momento a informação foi confirmada. Durante sua fala, o presidente fez referências também a colaboração dos dois países nas negociações de comércio internacional e no combate ao terrorismo. “O primeiro-ministro Blair e eu estamos empenhados em desbloquear as negociações multilaterais de comércio. A conclusão exitosa da Rodada de Doha, com a realização dos autos propósitos de uma genuína agenda para o desenvolvimento, é prioritária para os governos do Brasil e do Reino Unido.” Protesto Militantes do movimento ambientalista Greenpace fizeram um protesto ontem durante o encontro do presidente Lula com a rainha Elizabeth 2ª. Os militantes vestiram camisetas com os dizeres “God Save the Amazon” (“Deus proteja a Amazônia), como forma de protesto contra o desmatamento da Floresta Amazônica. A frase parodia o título do hino nacional britânico “God Save the Queen” (Deus proteja a rainha). Os manifestantes vestiam camisetas semelhantes a da seleção brasileira de futebol, segundo afirma o Greenpeace em seu site inglês, para lembrar que “em um país louco por futebol, uma área do tamanho de um estádio de futebol era perdida a cada dez segundos na Amazônia com a derrubada de árvores”. A frase foi reproduzida em cartazes bilíngües (português e inglês).

Mais matérias
desta edição