app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
James Silver

Confira os destaques do colunista nesta edição, 28/01/2022

jamessilver@gazetaweb.com

Por James Silver | Edição do dia 28/01/2022 - Matéria atualizada em 27/01/2022 às 21h59

EATILSP

O segundo dia do Encontro Alagoano dos Tradutores/Intérpretes de Libras foi marcado por palestra TILS na mediação da educação de surdos com a Profª. Drª. Karin Strobel; oficina de Tradução nos aspectos imagéticos da linguagem cinematográfica e da língua de sinais - ministrada por Nelson Pimenta e oficina de Tradução Cinematográfica, ministrada pelos professores bilíngues Renato Rodrigues e Regiane Pereira - na foto com Gabriel Isaac, Carla Sparano e Ricardo Jr. formando, em libras, AAPPE, entidade promotora do evento.

 

Foto: ARQUIVO PESSOAL
 


FAZ 1PIX

Com mais de 348 milhões de chaves cadastradas no país, ele é uma das maiores invenções bancárias dos últimos tempos, e já está sendo muito usada em diversos estabelecimentos. O sistema de pagamentos digitais desenvolvido pelo Banco Central também já é utilizado como método de pagamento das contas dos clientes nos bares e restaurantes e é um facilitador na hora do consumidor pagar suas contas, pois dispensa o uso de cartões e dinheiro, realizando toda transação pelo celular.

Quem aderiu foi o restô Outback. Sempre caminhando junto às tendências e às inovações da tecnologia, a rede de steakhouse é referência no mercado em experiência do cliente e qualidade em seus serviços.


ARCO ÍRIS

Na semana em que se celebra o Dia Nacional da Visibilidade das Pessoas Trans e Travestis (29 de janeiro), a Solar Coca-Cola reforça suas políticas de inclusão, desenvolvendo ações que têm estimulado e ampliado a diversidade sexual, que aos poucos vai alcançando suas unidades espalhadas por todo Nordeste, Mato Grosso e parte de Goiás e Tocantins. 

O apoio ganhou sinais concretos em suas fábricas com faixas e escadas que hoje estão presentes em 15 unidades como simbolismo da aliança da unidade com a jornada de Diversidade.


ARCO ÍRIS II

Quem testemunha esse movimento é o Cleidson Vieira, homem trans que atua como operador de execução e vendas na unidade de Itabaiana, em Sergipe. Na classe gramatical, “ele” é pronome pessoal e substantivo masculino. Na vida do Cleidson, significa respeito+identidade, já que não se identifica no corpo em que habita e, por este motivo, é um homem trans.



BOLO+GUARANÁ

Aniversariante desta segunda, 31, ROBSON RODAS (foto) ganhou presente antecipado: o nascimento de sua caçula - a fofíssima Anathércia, que chegou no último dia 18, dando um plus em sua já linda família.

 

Foto: ARQUIVO PESSOAL
 


DÉCOR

A arquiteta CLEUDIR BAÍA (foto) colecionou mais um momento especial em sua carreira.  Seu escritório foi um dos escolhidos para estrelar a neo edição do livro OCA, um dos mais renomados livros de arquitetura do país, com um lindo projeto.  Com direito a festa de lançamento ontem à noite, em Sampa.

 

Foto: ARQUIVO PESSOAL
 


PRESENTE!

O Brasil recebeu, no dia do aniversário da cidade de São Paulo, a aprovação do seu pedido de ingresso na OCDE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, grupo de cooperação entre seus países membros que promove diálogo constante com governos, parlamentos, academia e associações civis em todos os lugares do mundo por meio de pesquisas, congressos, projetos, parcerias e consultorias.



LOGÍSTICA REVERSA…

… se refere ao conjunto de procedimentos que visa o reaproveitamento ou descarte ecológico de materiais diversos como plásticos, vidros e componentes eletrônicos. 

Com o objetivo de promover a sustentabilidade e acreditando na preservação do planeta e das pessoas, a Equatorial realiza essa logística inversa de equipamentos que são recebidos por meio de campanhas e ações sociais e de eficiência energética, a exemplo do E+ Geladeira Nova, Energia do Bem e Luzes na Cidade.

Só em 2021, utilizou-a em quase 25 mil equipamentos de tecnologia obsoleta, apenas em Alagoas, reforçando sua política de redução de danos e ajudando a minimizar os impactos ambientais causados pelo mau gerenciamento dos descartes residuais.


Em números:

Durante as ações do ano foram recolhidos 12 aparelhos ar-condicionado, sete conjuntos motobomba, 1.768 geladeiras e 22.259 lâmpadas incandescentes, fluorescentes e de iluminação pública, que foram substituídas, tanto nas residências quanto em espaços públicos, por lâmpadas de LED, mais eficientes e econômicas.


Substituição de lâmpadas:

Integra o E + Luzes na Cidade, Comunidade e Energia do Bem, projetos que estão inseridos dentro do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O primeiro tem beneficiado municípios alagoanos com a modernização da iluminação pública, o segundo tem levado ações para comunidades com foco no uso consciente da energia e outras iniciativas, como cadastro na Tarifa Social Baixa Renda e troca de lâmpadas, e o terceiro tem promovido ações de eficiência energética em instituições filantrópicas e hospitais sem fins lucrativos.


Sorteio de refrigeradores:

Faz parte da plataforma E+ Geladeira Nova, projeto que tem como objetivo a troca por equipamentos novos e econômicos. A logística reversa é uma grande aliada da Economia Circular, já que, durante o retorno do resíduo para o ciclo produtivo, o material recolhido se torna matéria-prima para novos produtos.


Sustentável:

A implantação do sistema de logística reversa vai de encontro aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Nesta agenda estão previstas ações mundiais nas áreas de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, mudança do clima, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura, industrialização, entre outros.


Ecopontos:

Para reduzir o descarte irregular de resíduos, os ecopontos são uma alternativa para que a população realize o despejo adequado de diversos tipos de materiais. Neles, o cidadão pode descartar, gratuitamente, entulhos da construção civil (até 1m³), móveis e eletrodomésticos inservíveis, restos de poda de árvore e materiais recicláveis.



ABRE ASPAS

“Com essa iniciativa, a distribuidora cumpre o seu papel social e ambiental, afinal, muitos dos componentes presentes nos equipamentos têm elevado potencial de poluição. Vale lembrar que os resíduos passíveis de reutilização, reciclagem ou reaproveitamento não devem ser depositados em aterros ou lixões, pois essa atividade pode acarretar problemas ambientais, como contaminação do solo e lençóis freáticos, bem como poluição atmosférica, além de doenças”.

EDMILSON SANTOS, Engenheiro de Estudos e Planejamento do Programa de Eficiência Energética da Equatorial Alagoas

Mais matérias
desta edição