app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
José Elias

Confira os destaques da política alagoana #JE21112020

.

Por JOSÉ ELIAS | Edição do dia 21/11/2020 - Matéria atualizada em 20/11/2020 às 22h04

Quem tem prestígio e sabe se comportar e respeitar o povo não deixará nunca de ser reconhecido pela multidão. Suruagy e Guilherme, exemplos de ontem, escreveram o nome na história e ninguém – até os contra – jamais esquecerá. Hoje, curriculum invejável, Fernando Collor não passará despercebido por onde transitar Brasil afora.

Numa roda, na praça Pedro II, em frente à Assembleia Legislativa, abriram bolsa de apostas. Maioria concorda que o senador chama a atenção dos frequentadores dos shoppings se desfilar pelos seus corredores. Não deixará a plateia olhar para o outro lado se resolver, por exemplo, caminhar para compras em lojas com a família, engarrafando as escadas O cientista Joinha, que retornou ao reduto político, deu opinião a favor do ex-presidente. Lembrou Collor andando pelos grotões, como nos velhos tempos na Prefeitura de Maceió. Contou que não ficava um ser humano dentro de casa. Todos saíam às ruas, acompanhando seus passos, o que demonstra, com certeza, liderança pessoal de um político que atrai o povo.


COLLOR AINDA NÃO DECIDIU EM QUEM VAI VOTAR

Conversas rolam madrugadas, argumentos em cima da mesa, mas Fernando Collor continua neutro. Com amigos e colaboradores, senador não decidiu em quem vai votar no segundo turno para prefeito de Maceió no dia 29. Nas ruas, bolsas de apostas empatam sobre sua preferência entre JHC e Alfredo Gaspar de Mendonça. Nas reuniões, Collor não manifestou, até agora, preferência por ninguém.


Renan e Rui vão separar joio do trigo amanhã

Renan Filho e Rui Palmeira vão se encontrar para tomar atitudes antes do segundo turno. Governador e prefeito estão fechados com a candidatura de Alfredo Gaspar de Mendonça a prefeito de Maceió contra JHC, um clássico na disputa. A reunião, com a presença do deputado Isnaldo Bulhões, vai examinar as possibilidades de cada um e a busca do voto para o resultado do clássico do dia 29.


Heloísa acha muito cedo para se falar de 2022

Passada a eleição, Heloísa Helena não se pronunciou ainda sobre sua derrota para vereadora. Engenheiro Thomáz Beltrão explicou ontem que a ex-senadora considera muito cedo tratar da eleição de 2022 porque, em política, não se projeta o futuro. O ex-secretário de Educação de Maceió não soube responder se ela sairia para deputada estadual, num esforço concentrado do grupo de esquerda, para retornar à Assembleia Legislativa.


Cícero cavalcante enche o tanque para viagem

Vitorioso na eleição na Região Norte, Cícero Cavalcante parou no posto para abastecer o carro. “Vai pra onde, deputado?” - quis saber o frentista, querendo descobrir para onde ex-prefeito iria depois dos resultados favoráveis. Lá, nos municípios, muita gente torce para Cavalcante aceitar sair candidato a deputado federal, desejo das lideranças políticas para ter um representante em Brasília.


Madeira e Sérgio lira vão para o ringue de novo

Novo clássico em Maragogi marcado para a eleição de 2022 entre as duas principais lideranças. Lá em cima, trocando desaforos, produzindo fuxicos, Marcos Madeira e Fernando Sérgio Lira esquentarão as baterias novamente em toda a Região Norte. Madeira promete ir à forra na disputa de deputado estadual que o atual prefeito já desenha, montando as estratégias de campanha, com apoio fechado do PP e do deputado Arthur Lira.


PARiPUEIRA DIVIDIDA ENTRE GASPAR E JHC

Encostada a Maceió, Paripueira está dividida no segundo turno da eleição de prefeito na capital. Enquanto o prefeito eleito Abranhão Moura ficou com JHC, grupo do porta-voz Wellisson Miranda manteve a postura, não deixando Alfredo Gaspar de Mendonça. Depois de conversar longamente com Rui Palmeira, ele disse que a base política do prefeito e do governador Renan Filho agora é a vereadora eleita Roberta Miranda, sua esposa, na luta pela presidência da Câmara.

Mais matérias
desta edição