app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
José Elias

Confira os destaques da política alagoana #JE23022021

.

Por JOSÉ ELIAS | Edição do dia 23/02/2021 - Matéria atualizada em 22/02/2021 às 21h35

Mais do que nunca, Arapiraca precisa de renovação de nomes para disputar as próximas eleições. Massa batida não constrói prédios com a segurança dos tempos de João Lúcio, Severino Leão, Higino Vital, Nascimento Leão e Agripino Alexandre. Nova geração está aí, preparada para ocupar espaços importantes e tornar o Agreste numa região competitiva.

Chegou o momento de sepultar politicagem, fuxicos, ciúme, inveja e as traições, infelizmente comuns no voto. Momento de escutar a inteligência, a sabedoria, os bem intencionados, desligando o retrovisor e ligando o carro para fazer uma nova viagem. Os que estão hoje no poder e os que passaram recentes por ele têm que ir para a arquibancada, olhar o jogo. A ordem do dia recomenda energia nova, fluidos positivos para comandar as ações da cidade. Muitos já deram sua contribuição, como Ricardo Nezinho, Marcelino Alexandre, Célia Rocha e Luciano Barbosa. Nos tempos em que o povo ia às urnas com satisfação, Arapiraca chegou a ter uma representação de sete deputados estaduais na Assembleia Legislativa.


MARCADO CLÁSSICO NA REGIÃO NORTE

Clima de expectativa no Norte sobre a disputa do mandato de deputado federal na eleição de 2022. De um lado, o prefeito Fernando Sérgio Lira, de Maragogi, pretende se fixar em Brasília. Do outro, o vereador Kelmann Vieira, de Maceió, que já largou na campanha. Ele é casado com a deputada Flávia Cavalcante, filha do ex-prefeito Cícero Cavalcante, maior líder político da região.


MATHEUS, JÚNIOR E EUCLYDES JUNTOS

Política de Marechal Deodoro começa a ganhar corpo com a possibilidade de uma nova eleição na cidade. Cristhiano Matheus, Júnior Dâmaso e Euclydes Mello admitem se juntar na formação de um novo grupo com vistas às próximas disputas. As divergências entre as três forças terminam quando os interesses do município entram em jogo. O palanque está sendo montado para unir outras correntes com cara de oposição.


LESSA GOVERNADOR, SALES VICE

Circulando nas rodas onde frequentam aliados de JHC, uma chapa 2022 para enfrentar o Palácio. A dupla, tirada do bolso do prefeito, uniria o vice Ronaldo Lessa para governador com o vereador e secretário Francisco Sales fechando o círculo. Alguns setores que entendem do assunto acham que chegou a hora de serem iniciados os cochichos e as especulações. Quem quer trabalhar dorme cedo e acorda de madrugada, receitam os mais experientes.


AUMENTA TORCIDA CONTRA E A FAVOR

Muita gente faz figa para inviabilizar um acordo entre as forças políticas de Alagoas para 2022. Outra fatia, em menos escala, deseja a construção de um palanque para todos em defesa dos interesses do Estado. A maioria torce pela padronização do discurso entre Arthur Lira, Renan Calheiros, Fernando Collor, Renan Filho, JHC, Marcelo Victor e Ronaldo Lessa. Fala contra o desenvolvimento, reclamam os que defendem clima de paz e o caminho desobstruído dos males que produzem fome e miséria.


PAI NÃO DEIXA FILHO VOLTAR ÀS RUAS

“E ligação cruzada?” - estranhou o ex-deputado Marcos Ferreira, falando, por telefone, com Arapiraca. “Por que você não sai em 2022 para deputado federal?” - perguntou a Marcelino Alexandre, seu colega na Assembleia Legislativa. “Política não dá pra ele mais, não!” - entrou na linha o empresário Zé Alexandre, pai de Marcelino, censurando a pergunta. “Dá pra você, que tem tempo de pedir voto!”.

Mais matérias
desta edição