app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
José Elias

Confira os destaques da política alagoana #JE20032021

.

Por JOSÉ ELIAS | Edição do dia 20/03/2021 - Matéria atualizada em 19/03/2021 às 20h29

O único que pode bater no peito, ajeitar a barba e anunciar ser Lula desde criancinha é o jornalista Adelmo dos Santos. Os outros vieram depois, no auge da festa que começou de pés descalços, pisando na lama, andando de ônibus em Maceió. Chegaram com a casa construída, já com quartos pintados, cozinha cheia de panelas e a sala com sofá e televisão a cores.

Sucedeu a onda de esquerda estudantil iniciada na Ufal por Fábio Farias, Juca Sampaio e Tutmés Ayran. Criado o PT em Alagoas, muita gente agora que se diz simpatizante corria das manifestações que aglomeravam as praças públicas. Pobreza com pouca filiação, a torcida encheu o estádio quando o metalúrgico pernambucano começou a despontar no país. Ai, os companheiros botaram a cabeça de fora, nos comícios de bandeiras vermelhas e palavras de ordem. Mas Adelmo não tem o tratamento compatível com sua importância histórica nem reconhecimento do partido. Simples, humilde, dedicado às causas da legenda, não reivindicou posição de destaque nos tempos das vacas magras nem quando a sorte sumiu.


ARTHUR: 2022 SÓ NO FIM DO ANO

Cuidando das decisões maiores do país, Arthur Lira acha que, até agora, só existem especulações. Para o presidente da Câmara Federal, o pontapé inicial acontecerá no fim do ano. Na sua opinião, as composições devem começar em outubro ou novembro em Alagoas. A partir daí, Arthur acha que a cara do novo governador aparecerá na tela. “Agora, vamos enfrentar o coronavírus, com todas as armas possíveis!”.


SÓ JÓ PEREIRA NA LISTA DE FEDERAIS

Até agora na Assembleia Legislativa não se fala em outro nome à Câmara Federal. Jó Pereira aparece na lista como única pretendente a uma vaga de deputada em Brasília. O outro, Davi Davino, bem votado para prefeito de Maceió, deve galgar voos mais altos na disputa de 2022. Seu nome está sendo cogitado para o voto majoritário - governador ou vice. Os demais – a maioria – vai encarar um regresso concorrido.


BRUNO TOLEDO ACOMPANHA VACINA

Pé na estrada, Bruno Toledo vai acompanhar a vacinação contra coronavírus no interior. Deputado visitará os municípios para saber a velocidade com que as doses chegam aos braços da população. O mesmo gesto de Ângela Garrote, que começa por Palmeira dos Índios inspeção aos postos de saúde para assistir, ao vivo, a mobilização dos prefeitos e o interesse do povo na guerra deflagrada contra a doença.


ASSÉDIO PARA VOLTAR EM 2022

No consultório, recebendo pacientes, ex-vereadora Fátima Santiago está sendo cobrada. Muitos apelos para a médica retornar às urnas nas eleições do próximo ano. As opiniões estão divididas entre a disputa de deputada estadual e federal. “Vamos mandar fazer uma pesquisa para saber o desejo maior!” - desconversa a secretária de Santiago. Por enquanto, ela entende ser muito cedo para se falar nisso agora, com o vírus atacando sem piedade.


PPS CONVIDA ZÉ WANDERLEY NETO

“Se Alagoas não eleger Zé Wanderley Neto, o povo é safado!” - ficou irritado o dirigente Juca Carvalho. No Bar da Gil, no Poço, mantendo o distanciamento, lavando a mão e engolindo álcool, um grupo formado por Marcelino Imóveis e Wellisson Miranda. “Além de cuidar do coração dos deputados, Wanderley vai qualificar o debate na Assembleia Legislativa!” - disse Carvalho. Ele convidou o médico, do MDB, para assinar a ficha do PPS.

Mais matérias
desta edição