app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA20032020

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 20/03/2020 - Matéria atualizada em 19/03/2020 às 23h19

Doação

O Sindaçúcar-AL anunciou ontem que usinas de Alagoas decidiram fazer doação de álcool ao sistema público para fabricação de desinfetantes de mãos (álcool em gel) e solução de álcool 70. O objetivo é contribuir no combate da Covid-19 e na disseminação do novo coronavírus. Inicialmente serão doados 80 mil litros do produto.


Doadores

A decisão foi comunicada pelo presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, ao secretário da Casa Civil, Fábio Farias, e ao presidente da Fiea. Até já confirmaram a doação às usinas que têm disponibilidade imediata do produto: Coruripe, Caeté, Santo Antônio, Serra Grande, Porto Rico, Pindorama, Leão, Santa Clotilde e Sumaúma.


Gesto

Pedro Robério Nogueira reforça que a contribuição será gratuita, como forma de ajudar nos esforços do governo e da sociedade num momento de grave crise. “As empresas do setor sucroenergético mais uma vez querem se unir aos esforços da população, das autoridades de saúde e dos demais órgãos públicos”, afirma.


Recepção

O Sindaçúcar-AL definiu que todo o álcool doado será envasado em uma das suas filiadas, a Cooperativa Pindorama. “Na cooperativa, o álcool será acondicionado em embalagens de 20 litros e depois será doada ao governo”, informa. A partir daí, o produto será entregue ao governo, que poderá montar uma central para a recepção do álcool doado pelas usinas.


Distribuição

“A partir deste ponto, o produto poderia ser redistribuído para hospitais, asilos ou associações comunitários em recipientes menores. Cada hospital, associação ou asilo, por exemplo, faria o fracionamento adequado para sua situação”, pondera Pedro Robério Nogueira.


Cenário crítico

A Secretaria da Fazenda de Alagoas avalia que o ‘cenário crítico’ da economia mundial exige ‘medidas eficazes de prevenção e contenção dos impactos econômicos que venham a ocorrer’ em função da pandemia de coronavírus.


Crédito

A Secretaria da Fazenda fez um apelo para a liberação de crédito durante reunião, nessa quinta-feira, 19. com representantes dos bancos públicos que atuam em AL, no caso Banco do Brasil (BB), Caixa e BNB. “Debatemos possíveis alternativas de linha de crédito para amparar os empresários alagoanos. Estamos pedindo uma postura proativa dos bancos, para não só disponibilizar a linha, mas melhorar e facilitar o atendimento neste momento que vai demandar não só cuidados, mas também maior agilidade e efetividade”, disse o secretário da Fazenda, George Santoro.


Sem respostas

Por enquanto, os bancos também não anunciaram nenhum plano de socorro às empresas alagoanas. Mas existe a expectativa de ações futuras. Agora é esperar.


O pedido

Nessa quinta-feira, 19, o TSE respondeu questionamento, via ofício, do deputado federal Glaustin Fokus (PSC-GO) sobre a possibilidade de prorrogar a data limite de filiação a um partido político para quem quer candidato nas eleições deste ano, tendo em vista o quadro de pandemia relacionado ao Covid-19.


A resposta

Após consulta ao pleno do Tribunal, o prazo de filiação para se candidatar em 2020 foi mantido no dia 4 de abril. A decisão da presidente do TSE, Rosa Weber, foi baseada no fato de que o prazo é previsto na Lei das Eleições (Lei n° 9.504/97 – artigo 9, caput). Para concorrer no pleito, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de seis meses e estar com a filiação deferida pelo partido pelo mesmo prazo.


CPLA

Diante do avanço da pandemia de coronavírus no Brasil, o presidente da CPLA, Aldemar Monteiro, determinou que nos próximos 15 dias a sede da entidade, localizada no Parque da Pecuária, em Maceió, funcione em regime de plantão de funcionários, mas seguindo o horário normal de atendimento ao público. O mesmo ocorrerá no escritório do município de Batalha. Os demais funcionários da cooperativa trabalharão em “home office”.

Mais matérias
desta edição